Política

No último dia das convenções, Walter Santos lembra histórico exemplar do ex-governador e líder político Antônio Mariz

Jornalista e analista político do Portal WSCOM, Walter Santos relembra a trajetória impar do ex-governador e ex-senador Antônio Mariz, apontando seu protagonismo no cenário local e nacional

16/09/2020


Na imagem, Antônio Mariz durante posse do jornalista Walter Santos na presidência da API

25 anos sem Antônio Mariz: a falta que faz a dignidade e honradez na Política em favor de transformações sociais e econômicas

Numa fase da vida política nacional tão obscura, tomada de políticas negacionistas, misóginas e de retrocessos a empobrecer o País, a quarta-feira, 16, chega como data a instigar reflexões sobre vida e obra do imortal ex-governador Antônio Mariz, líder político que serviu de exemplo na atividade pública sem igual.

Antes, refrescando a memória, Mariz foi no cenário nacional o Constituinte nota 10, relator do impeachment de Collor, primeiro autor de proposta sobre resolver a fome popular, além de corajoso e coerente líder a defender o mandato do senador Humberto Lucena, ameaçado com ação do MPF por distribuir calendário eleitoral produzindo duro, histórico e fundamental discurso contra o TSE para anistiar seu aliado.

Mariz, mesmo muito respeitado no plano nacional, teve pouco tempo para governar, pois foram só 9 meses de mandato após ser vítima de câncer que o levou a morte, mesmo assim, deixou o Canal da Redenção levando água de Coremas às Várzeas de Sousa e as bases para programa Auto Sustentável da economia privilegiando os mais humildes.

Mas, o também ex-senador, tinha lastro e histórico com as mudanças de hábitos, a partir da Prefeitura de Sousa, onde introduziu a Prestação de Contas permanente, através de difusora de rádio, cuja transparência marcou a história até os dias de hoje.

Como aliado, era de primeira sem segundo. Um fato exemplar foi a eleição para o Senado quando na semana anterior à votação na Casa do professor Raimundo, em Jaguaribe, ele levantou-se e recusou proposta da então deputada federal Lúcia Braga para Mariz se ausentar do 2° turno da disputa entre Ronaldo e Wilson Braga, visando seu apoio.

A vitória de Mariz no Senado, em disputa com Marcondes Gadelha, então favorito, sequenciada de sua participação permanente e decisiva no segundo turno, foi a base da virada eleitoral e vitória de Ronaldo Cunha Lima ao Governo do Estado.

São muitos os valores em torno de Antonio Mariz, homem público exemplar, preparado e ético, por isso mesmo, refletir sobre sua história é fator de lição de vida para quem quer trilhar a política com P maiúsculo.

Quanta saudade, Mestre!



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.