Futebol

Neymar recebe apoio de ex-capitão de seleção brasileira após falar sobre encerrar carreira pela canarinho

Thiago Silva, que foi capitão da seleção brasileira durante a Copa do Mundo de 2014, fez uma publicação em apoio a Neymar


12/10/2021

Paris Saint-Germain's Brazilian forward Neymar (L) hugs Paris Saint-Germain's Brazilian defender Thiago Silva during a training session at the Camp des Loges in Saint-Germain-en-Laye on September 11, 2017 on the eve of the Champions League football match between PSG and Celtic FC. / AFP PHOTO / CHRISTOPHE SIMON

Gazeta Esportiva

Após falar sobre a possibilidade de não disputar outra Copa do Mundo com a seleção brasileira após o torneio mundial de 2022 e alegar que a pressão sofrida seria o motivo, o atacante Neymar vem recebendo o apoio de alguns colegas. Dentre os nomes que declararam publicamente o seu apoio ao camisa 10 da seleção canarinho está o ex-capitão Thiago Silva. Thiago falou sobre a pressão que ele mesmo sofreu após o time sofrer uma grande derrota em 2014.

Um dos líderes da Seleção Brasileira, Thiago Silva falou sobre a situação do atacante nesta terça-feira. O defensor demonstrou apoio a Neymar e comentou que as pessoas têm deixado de lado o que o camisa 10 faz dentro de campo, cobrando-o pelas suas atitudes fora das quatro linhas

“É uma situação bem difícil. Embora saibamos que sofremos pressão de todos os lados, ele (Neymar) sofre uma pressão diferente, que parece direcionada, individual e pessoal. Temos deixado muito de lado o que vem fazendo dentro de campo e focando em coisas que não são interessantes”, disse em entrevista coletiva.

“Ele se cobra muito. Sabemos também que precisamos jogar melhor, ter um entrosamento melhor e que ele não fez um jogo de Neymar (contra a Colômbia). Ele tem essa autocrítica, se cobra bastante, mas a cobrança não é de acordo com o que faz dentro de campo, mas sim fora dele. Então fica uma pressão muito forte sobre coisas que não tem a ver”, completou.

Thiago Silva relembrou o momento em que foi bastante cobrado na Seleção, quando, após a Copa de 2014, recebeu críticas por ter ido às lágrimas na disputa de pênaltis entre Brasil e Chile, pelas oitavas de final da competição. Ele ainda destacou que espera que Neymar não perca a “alegria” de jogar futebol e que sua felicidade em campo é benéfica para a equipe brasileira.

“Eu passei por alguns momentos aqui dentro bem semelhantes, principalmente depois da Copa de 2014. Fui tachado como chorão e psicologicamente muito fraco. Isso vai te machucando, é algo que você sabe que não é. Então espero que ele (Neymar) não perca essa alegria, que ele continue alegre da forma que é”, afirmou.

“É uma pessoas especial e, quando está alegre, fazendo o que gosta, dá conta do recado e desempenha o que sempre desempenhou em sua carreira, que é jogar bem, vencer jogos e dar passes para gol. Então quanto mais ele estiver contente, melhor para a Seleção”, acrescentou.

Mais cedo, Thiago Silva já tinha apoiado Neymar através de suas redes sociais. O defensor publicou uma foto abraçado ao atacante nos stories do Instagram e escreveu: “Se você precisar de alguém que seja forte por você, saiba que sempre estarei aqui! A família Silva te ama”.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.