Entretenimento

Nathalia Bellar lança álbum ‘Catavento’ no projeto Cambada

Apresentação será nesta sexta-feira (10), às 20h, no Theatro Santa Roza. A entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada)

07/01/2020


Na imagem, a cantora e compositora Nathalia Bellar

Portal WSCOM

A Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc) preparou para o mês de janeiro uma programação de férias com atividades voltadas para diversos segmentos artísticos e culturais. Na área de música, um dos destaques é o show de lançamento do álbum ‘Catavento’, da cantora e compositora Nathalia Bellar. Ela se apresenta nesta sexta-feira (10), às 20h, no Theatro Santa Roza. A entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada).

Produzido por Rodrigo Campelo (o mesmo que produziu e produz Roberta Sá desde o primeiro disco) ‘Catavento’ está disponível no Youtube desde a última quarta-feira (2). Na próxima sexta-feira (10), mesma data do show, o álbum será lançado nas plataformas de streaming.

O conterrâneo Chico César participa do disco, cantando com Nathalia a música ‘Furtacor’, de autoria do compositor (também paraibano) Wister. Chico também gravou o clipe da faixa. O álbum também traz no repertório uma regravação de música do pernambucano Lula Queiroga, ‘Roupa no varal’, lançada por ele em 2001, no disco ‘Aboiando a vaca mecânica’.

Bellar assina ‘Samba-canção’ em parceria com Tino, outro pernambucano. A música ‘Namorada dela’ também traz a assinatura da artista. ‘Catavento’ também traz músicas compostas pelos paraibanos Barro, Chico Limeira (autor da canção-título), Guga Limeira e Titá Moura. A atmosfera do disco é de um som pop contemporâneo.

Afeita aos encontros – A artista costuma repetir em shows, entrevistas ou mesmo em conversas entre amigos que ela é afeita aos encontros. Portanto, não é surpresa alguma ver como resultado de sua primeira obra em estúdio uma reunião criteriosa e afetuosa de talentos. ‘Catavento’ apresenta, no decorrer de seus 37 minutos, uma amostra poderosa de compositores, especialmente nordestinos e paraibanos, embalados pela interpretação poderosa da cantora.

Em seu primeiro disco de carreira, a artista conduz ao encontro com a força do movimento inigualável dos ventos, que ditam estações, tempo de colheita, trajetos de tantos barcos cheios de histórias e paixões. O amor, o desamor, os medos cotidianos, as lutas sociais, as alegrias e as dores. Tudo o que faz parte do desafio de SER está presente na poética deste trabalho que marca a celebração dos mais de 10 anos de trajetória musical dessa paraibana nascida em João Pessoa.

No palco do Theatro Santa Roza, Nathalia cantará na companhia dos músicos Pedro Medeiros (guitarra, violão e direção musical); Jader Finamore (synths, cavaco, trompete e zabumba); Rhuan Pachêco (baixo e vocais) e Felipe Ceará (bateria e programações).

O público vai encontrar um show versátil, trazendo canções dançantes com as cores vibrantes do verão a canções invernais, que relatam o frio do desamor. ‘Catavento’ passa feliz pela primavera e despetala no outono da renovação, afirmando de vez que veio para ficar, trazendo versatilidade ao mercado musical e à Nova MPB.

Projeto – O Cambada foi lançado em janeiro de 2016, com a ideia inicial de se realizar uma temporada anualmente. Com o nome que faz referência ao coletivo de caranguejos, virou sucesso de público, e a frequência de shows passou a ser mensal.

A proposta consiste em realizar uma série de shows nos quais artistas da terra ou radicados na Paraíba se apresentam com repertório construído com músicas de compositores paraibanos. Além da qualidade das atrações, outro atrativo do projeto é o preço popular, uma forma de estimular o público a consumir e apreciar os artistas locais.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.