Entretenimento

Natal de Todos os Povos da Cidade Viva vai encenar espetáculo “A Vila”

O espetáculo deste ano terá a participação de cerca 200 voluntários entre atores, figurantes, iluminação, corpo de baile, coral, orquestra, maquiagem, produção e direção.

14/12/2019


As apresentações acontecem nos dias 20, 21 e 25 de dezembro, às 20h, no Centro de Convenções Cidade Viva, no bairro Aeroclube, em João Pessoa. (Foto: Divulgação)

Portal WSCOM

 

 

A 3ª edição do Natal de Todos os Povos da Cidade Viva vai contar e celebrar mais uma vez o nascimento do Salvador Jesus, que dividiu a história da humanidade, por meio do espetáculo ‘A Vila’. As datas das três apresentações acontecem nos dias 20, 21 e 25 de dezembro, às 20h, no Centro de Convenções Cidade Viva, no bairro Aeroclube, em João Pessoa.

O espetáculo deste ano intitulado “A Vila”, que terá a participação de cerca 200 voluntários entre atores, figurantes, iluminação, corpo de baile, coral, orquestra, maquiagem, produção e direção, vai mergulhar no cotidiano de uma pequena cidade que vive nas trevas e que nunca ouviu falar do nascimento de Jesus, que é ‘a verdadeira luz do mundo’.

“Os moradores da Vila não sabem distinguir ou discernir o que é luz de trevas. O foco do espetáculo é que a Vila se liberte da lenda, e todos acordem ao amanhecer, para que enxerguem a verdadeira luz. Isso acontece quando alguém consegue regular o relógio da cidade e a badalada do sino na hora certa e os fazem sair das trevas. Na verdade, as pessoas vivem sem discernimento naquela Vila. Parafraseando essa peça musicada, nós somos, muitas vezes, os valores e as escolhas dessa própria Vila e vivemos em um beco sem saída até que Jesus chegue e nos mostre a direção correta e o sentido da vida. Se não reconhecerem, conscientemente, de quem é Jesus e à sua luz nenhuma transformação poderia acontecer naquela vila”, contou o diretor geral do Espetáculo Natal de Todos os Povos da Cidade Viva, Aldo Galdino, acrescentando que o espetáculo deste ano será rico mais em diversidade, pois os elementos cênicos contribuirão para compor a peça teatral. “Vamos transformar o Centro de Convenções nesta ‘Vila’ e contagiar os participantes desde a sua entrada”, frisou.

Ingressos limitados – Como haverá apenas três apresentações e limite de 1.000 pessoas em cada sessão, os ingressos precisam sem adquiridos com antecipação na Livraria Sementes, localizada no Centro de Convenções Cidade Viva, no bairro Aeroclube, ou por meio do Sympla no link https://cidadeviva.org/evento/natal-de-todos-os-povos-espetaculo-a-vila. O valor será de R$ 20,00 (inteira) e de R$ 10,00 (meia). O espetáculo tem duração de 90 minutos.

Segundo o diretor Aldo Galdino, o intuito de cada edição do projeto temático ‘Natal de Todos os Povos’ da Cidade Viva “é de esclarecer ao público qual é o sentido do Natal e também de sua pré-condição: não existe Natal sem o nascimento e a presença de Jesus”, anotou.

 

Elenco do espetáculo “A Vila”. (Foto: Divulgação)

 

O enredo do espetáculo ‘A Vila’ – Somos guiados por uma Lenda muito antiga. Ela nos diz que não podemos andar na Vila durante o dia, a nossa vida é somente a noite e sem a luz do dia, ou seja, vivemos na escuridão. Essa é a nossa verdade, porque nos foi dito que a luz nos expõe e revela nossos defeitos mais ocultos. Todos que desobedeceram e saíram à luz do dia, sumiram, nunca mais voltaram para suas casas e famílias. Então, essa pessoa volta àquela Vila para anunciar essa boa notícia no sentido de levar a luz para aquela cidade. Contudo, como as pessoas não tinham esse discernimento sobre treva e luz, essa pessoa foi desacreditada, subjugada e humilhada pela própria cidade até que houve uma intervenção no caminho daquela Vila.

No interior da Vila, seguimos sempre o som do sino, quando ele toca a primeira vez, sabemos que é a hora de dormir antes do sol amanhecer, quando ele toca novamente, sabemos que o sol se pôs e podemos sair de nossas casas. Não questionamos, e nem precisamos nos preocupar, o dono da Fábrica se assegura pessoalmente que o sino funcione todos os dias, e nos fornece as luzes artificiais. Não precisamos da luz do dia, temos tudo durante a noite.

Com o brilho da luz em meio a uma escuridão, um dos moradores consegue sair da Vila e também daquela escuridão e conhece a verdadeira luz e diz: “a luz existe!!!”. Ele começa a anunciar e a cidade começou a se dividir entre aqueles que conheciam agora a verdadeira luz, entre aqueles que queriam conhecer a luz, e aquele outro grupo de pessoas que não queriam sair do lugar de estagnação até chegar à luz de Jesus que dissipa as trevas.

Qual é a mensagem central – “A mensagem central do espetáculo deste ano é que a Vila pode representar qualquer vida, mas qualquer vida que se deixe ser penetrado pela luz de Jesus. Essa pessoa nunca mais será mais a mesma em qualquer lugar. Essas pessoas ouvirão os sinos, entenderá de forma clara o significado daquele que diz “Eu Sou a luz do mundo”, obedecerão ao chamado e seguirão esse Caminho da luz”, acrescentou Aldo, completando que o espetáculo deste ano terá uma inspiração no filme “Os Miseráveis”, mas dentro de um contexto de estarmos perdidos até ser encontrados por Deus.