Brasil & Mundo

‘Não perdoo’, diz o pai da menina de 9 anos morta por ladrões em Piracicaba


25/01/2013

 Juarez Carvalho dos Santos Junior, pai da menina de 9 anos que morreu após ser atropelada por ladrões de carro durante uma perseguição em Piracicaba (SP), disse que não perdoa os criminosos pelo acidente. "Hoje eu não perdoo. Pela revolta que estou sentindo e por todo sofrimento que eles provocaram para mim e para a minha família. Se perdoasse, seria da boca para fora”, desabafou o pai à reportagem do G1 em entrevista na tarde desta sexta-feira (25).

Raynara Jamily dos Santos Raimundo, de 9 anos, e o avô, de 52 anos, conversavam na calçada de uma creche no bairro Novo Horizonte quando foram atropelados por três homens que fugiram da polícia após furtarem um carro, modelo Hyundai i30, no Centro da cidade.

A menina Raynara morreu na manhã desta sexta-feira. Devido ao impacto da batida, a criança teve traumatismo craniano e fratura exposta na perna esquerda. Ela chegou a passar por cirurgia, mas faleceu por volta das 9h. Dois ladrões foram presos e um menor, apreendido.

O pai relatou que está revoltado com o caso. “Se eu falar que não estou revoltado é mentira. Dá revolta sim. Ainda mais sabendo que um dos criminosos saiu de casa e disse para a companheira que ia sair de casa para roubar”, contou Junior.

“Se alguém me dissesse que eles tinham morrido eu daria graças as Deus, pois quem garante que quando saírem da cadeia não vão de novo com outra pessoa o que fizeram com a minha filha?", questionou o pai.

Junior relatou que toda a família já está sabendo da morte de Raynara. “Todos estão sabendo e estão arrasados. Minha esposa está em estado de choque desde o atropelamento. O meu sogro estava na Central de Ortopedia e Traumatologia quando soube da morte", disse.

O corpo de Rayrana será velado na casa de familiares, no bairro Novo Horizonte, a partir das 18h desta sexta-feira. O enterro está marcado para as 13h de sábado (26) no Cemitério da Vila Rezende.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.