Cultura

Museu do Artesanato Paraibano Janete Costa participa da Semana Nacional de Museus com exposição sobre labirinto

As visitas ocorrem das 9h às 17h, na Sala de Exposição Mestra Zefinha de Pitimbu, de terça a domingo.


14/05/2024

(Foto: Divulgação)

Portal WSCOM

O Museu do Artesanato Paraibano Janete Costa participa, a partir desta segunda-feira (13), da 22ª Semana Nacional dos Museus, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) até o próximo domingo (19). No entanto, a exposição paraibana, que tem como tema o labirinto, ficará aberta até o dia 30 de junho.

Já a 22ª Semana Nacional dos Museus tem como tema “Museus — Educação e Pesquisa”. E é neste contexto que o Museu do Artesanato Paraibano Janete Costa participa com a exposição “Labirinto — Bordado que Une Gerações”, com visitas guiadas, mostrando o passo a passo desta riqueza artesanal que está presente na região do Agreste do Estado.

A presidente de Honra do Programa do Artesanato Paraibano (PAP), a primeira-dama da Paraíba, Ana Maria Lins, enfatizou que a participação do Museu do Artesanato Paraibano na Semana Nacional dos Museus é mais uma oportunidade de divulgação para o segmento. “O nosso artesão vive um grande momento, e essa participação na Semana Nacional de Museus é mais uma janela de divulgação para o nosso artesanato. É o momento de todos os paraibanos, de todos os brasileiros conhecerem ainda mais sobre a riqueza artesanal paraibana através do labirinto”, comentou.

Já o diretor do Museu do Artesanato Paraibano Janete Costa, Fábio Morais, ressaltou que a participação na Semana Nacional de Museus mostra a importância que o equipamento conquistou em tão pouco tempo. “Mostra, acima de tudo, que temos um projeto sólido, que atende aos fundamentos do Ibram, principalmente no tocante à educação”, acrescentou.

Comemoração também da gestora do PAP, Marielza Rodriguez. “É o nosso artesanato mais uma vez com esta grande janela de divulgação. É o reconhecimento de que a riqueza artesanal paraibana, reconhecida como autêntica pela Unesco, é sólida. Ficamos muito felizes”, disse.

A designer Lu Azevedo explicou que a exposição no Museu do Artesanato Paraibano Janete Costa é resultado de um projeto que busca valorizar o labirinto no Estado e que conta com a parceria do Programa do Artesanato Paraibano. “Eu tenho uma empresa, a Morada, que trabalha com o bordado labirinto e, desde o ano passado, a gente vem trabalhando um projeto chamado ‘Labirintos do Agreste Paraibano’, que busca ampliar o número de mulheres que se dedicam ao labirinto, já que muitas dessas mulheres sabem fazer o labirinto, mas isso vinha se perdendo porque não era rentável. Esse projeto se fortaleceu quando foi firmada uma parceria com o Programa do Artesanato e o Sebrae-PB. O que culminou nessa coleção que foi desenhada por mim, com cores fortes e que está nesta exposição”, contou.

Quem visitar a exposição, vai conhecer verdadeiras obras de arte, como as peças da labirinteira de Riachão do Bacamarte Terezinha Matias. “Mesmo que as nossas peças já sejam conhecidas lá fora, é sempre uma satisfação participar de uma exposição como essa, que está dentro de um evento nacional. Só tempo a agradecer por toda essa divulgação”, disse.

Para o Ibram, os museus promovem a educação e a pesquisa, duas importantes ferramentas de desenvolvimento pessoal, promovendo um ambiente enriquecidor àqueles que visitam e conhecem o acervos desses espaços.

Na Paraíba, os visitantes, além do labirinto, terão a oportunidade de conhecer todo o acervo do Museu do Artesanato Paraibano, localizado na Praça da Independência, n° 56, no Centro de João Pessoa. As visitas ocorrem das 9h às 17h, na Sala de Exposição Mestra Zefinha de Pitimbu, de terça a domingo.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //