Policial

Mulher trans morre após aplicar silicone industrial, em João Pessoa; Polícia investiga

06/02/2020


Portal WSCOM

Uma mulher transexual morreu em João Pessoa após supostamente aplicar silicone industrial em uma clínica clandestina no bairro do Varadouro, em João Pessoa. Maísa Andrade foi internada no Hospital de Trauma de João Pessoa e morreu ontem (5).

A Polícia Civil está investigando o caso. Depoimentos foram colhidos, e um amigo de Maísa afirmou que ela passava pelo procedimento na perna, passou mal e foi resgatada pela pessoa que aplicava o silicone.

Ao ser resgatada, a paciente apresentava vômito, convulsões, hipertensão e taquicardia. O Hospital afirmou que foram feitas tentativas de reanimação que não foram bem sucedidas.

A morte de Maísa foi lamentada pelo Movimento em Defesa dos Direitos Humanos LGBT de Cajazeiras, cidade onde ela morava:

“É com profunda tristeza que o Movimento em Defesa dos Direitos Humanos de Cajazeiras-PB, vem informar aos amigos/as, aos nossos militantes e à nossa base social, o falecimento da companheira Maísa Andrade, na manhã do dia 5 de Fevereiro de 2020.

O Movimento LGBT se despede dessa guerreira e dá continuidade ao seu legado, transmitindo todo o aprendizado de seus atos para as próximas gerações”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.