Futebol

Morre ex-goleiro do Uruguai de ‘gol que Pelé não fez’ na Copa de 1970

Copa 1970

02/01/2013




 Ladislao Mazurkiewicz, ex-goleiro da seleção uruguaia e do Atlético-MG, morreu nesta madrugada em um hospital de Montevidéu, capital do Uruguai, aos 67 anos. O ex-jogador sofria com problemas respiratórios, motivo da internação nos últimos dias. O estado se agravou e ele também foi atingido por problemas renais. Eleito um dos melhores da Copa de 1970, disputada no México, ele ficou marcado por lances com Pelé, entre eles o clássico drible de corpo dado pelo Rei, que deixou a bola passar entre as pernas e acabou errando o gol em seguida.

– Lamentavelmente, a condição de saúde de “Chiquito” se agravou mais. Os médicos dizem que a condição é irreversível. Com muita força vamos estar com Ladislao até o final – escreveu Fernando Álvez, ex-goleiro do Peñarol-URU e do Uruguai, amigo de Mazurkiewicz, em sua conta no Twitter, na última semana. Nesta quarta-feira, foi Álvez que deu a notícia da morte, também pela internet.

Além de jogar pelo Atlético-MG por duas temporadas (1972 a 1974), Mazurkiewicz defendeu o Peñarol-URU, conquistando, em 1966, a Libertadores e a Copa Intercontinental. Também defendeu as cores do Granada-ESP (1974 a 1978), Cobreloa-CHI (1979) e América de Cali-COL (1980). Em 1981, voltou ao Peñarol para encerrar a carreira. Entre os anos de 1993 e 1997, o arqueiro também trabalhou como preparador de goleiros.

Além do drible de corpo de Pelé, Mazurkiewicz protagonizou outro lance com o Rei na mesma partida. Após um tiro de meta cobrado errado, o jogador da seleção brasileira pegou de primeira da intermediária e quase marcou o gol da virada canarinho. O arqueiro fez a defesa.

Segundo informações da imprensa uruguaia, o velório e enterro de Mazurkiewicz acontecerão nesta quarta-feira.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.