Brasil & Mundo

Moradores nadam em ruas alagadas e cheias de lixo na Zona Oeste do Rio

Riscos


09/01/2013

 A chuva que deixou o Rio em estágio de atenção na tarde desta quarta-feira (9) deixou várias ruas alagadas pela cidade. Em Realengo, na Zona Oeste, um córrego transbordou e causou enchente nas vias ao redor. Alguns moradores, no entanto, deram um jeito de transformar o transtorno em diversão, e mergulharam e nadaram nas águas cheias de lixo.

O flagrande de irresponsabilidade de dezenas de jovens foi feito pela GloboNews na Rua Lutérica, esquina com Rua Guarulhos. O local fica próximo ao Hospital Albert Schweitzer, na Rua Lavínia, onde a água chegou invadir o hall central da unidade. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, a equipe de limpeza atuou rapidamente para que nenhum serviço fosse atingido.

Segundo a Prefeitura, os locais da capital mais atingidos pela chuva entre 16h e 17h foram Méier (34,6 mm), Anchieta (14 mm), Penha (14 mm) e Campo Grande (4 mm). O Rio Pavuna entrou em estágio de alerta para transbordamento.

Outros municípios

Além da capital, municípios da Baixada Fluminense, Angra dos Reis, na Costa Verde, e cidades da Região Serrana também entraram em estágio de atenção, de acordo com o Sistema de Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).

O Rio Sarapuí, que corta a Baixada Fluminense, está em estágio de alerta desde as 17h10.

Segundo o Inea, os municípios de Petrópolis e Teresópolis, na Região Serrana, passaram para o estágio de atenção às 17h35. Ainda de acordo com o Instituto, a Zona de Convergência de Umidade deixa o céu nublado na região da Baixada Fluminense. São esperadas pancadas de chuva moderada a forte à noite. Para esta quinta-feira (10), a previsão é de céu nublado a encoberto com pancadas de chuva.

Na capital, a mais recente leitura dos pluviômetros da Prefeitura do Rio, às 15h30, registrou chuva forte no Grande Méier, São Cristóvão, Recreio dos Bandeirantes, Mendanha, Anchieta, Jacarepaguá, Piedade e Penha. Houve chuvas fraca em Madureira, Irajá, Bangu, Saúde, Santa Cruz e Sepetiba.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //