Política

Mersinho defende Aguinaldo na chapa de João para firmar aliança entre PP e PSB e diz que não cabe apoio do Republicanos a Efraim


13/05/2022

Mersinho Lucena em entrevista ao programa Rede Verdade (Reprodução TV Arapuan)

Redação/Portal WSCOM



O vice-prefeito de Cabedelo e pré-candidato a deputado Federal, Mersinho Lucena, defendeu, nesta sexta-feira (13), a manutenção da aliança entre PP e PSB nas eleições deste ano com a indicação do deputado federal Aguinaldo Ribeiro na chapa do governador João Azevêdo no cargo de senador, reeditando o que ocorreu a nível municipal no último pleito, com a união de João e Cícero Lucena.

Em entrevista a rádio Correio 98 FM na tarde de hoje, Mersinho afirmou que a junção de forças de todos os partidos que integram a base do governador João Azevêdo é de muita importância para a formação de uma chapa majoritária forte.

Segundo Mersinho, o Progressistas colocou o nome de Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) à disposição como pré-candidato a senador por acreditar que é o melhor para a Paraíba. Ele disse ainda que o parlamentar tem uma atuação elogiada e “é um deputado federal testado em Brasília”, que participa de grandes discussões.

“Acredito piamente que conseguiremos marchar juntos e unidos com todos os partidos que fazem parte do arco de aliança do governador João Azevêdo, para que a gente possa avançar ainda mais”, disse.

Ainda de acordo com Mersinho, ele deseja que junto a essa composição estejam todos os partidos do arco de alianças de João, incluindo o Republicanos.

“Defendemos essa união em conjunto com o Republicanos pois queremos que estejam todos unidos para que seja um projeto de continuidade de um governo que está tendo seus êxitos apesar das dificuldades que existiram” pontuou durante entrevista.

Mersinho considerou que não cabe o apoio do Republicanos à pré-candidatura de Efraim Filho (União Brasil) ao Senado, uma vez que o deputado federal já anunciou apoio ao projeto de Pedro Cunha Lima (PSDB) ao governo do Estado.

“Acho que o eleitor não entenderia jamais o Republicanos continuar tendo essa opção”, frisou.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.