Futebol

Mattheus não acerta com Juventus, e futuro vira ponto de interrogação


01/02/2013



O futuro de Mattheus virou um ponto de interrogação. A saída do jogador entrou em pauta quando o vice-presidente de futebol, Wallim Vasconcellos, e o diretor Paulo Pelaipe receberam a informação de que o jogador, em uma decisão em consenso com a família, não queria mais ficar no Flamengo. O destino apontava para um acerto com a Juventus, mas a janela de transferências internacionais fechou nesta quinta-feira, não houve acerto entre os clubes e o meia de 18 anos vive situação delicada no Rubro-Negro. A dúvida, agora, é sobre o aproveitamento do filho de Bebeto, que pode voltar alternar treinos entre profissionais e juniores.

– O Wallim está tratando isso. Não houve acerto. Ele tem contrato até o fim do ano. Tentamos conversar sobre uma renovação, as propostas foram passadas para o conselho de administração do clube – afirmou Paulo Pelaipe.

Se não estender seu compromisso com o Flamengo, Mattheus poderá assinar pré-contrato com outro clube a partir de 30 de junho. Os dirigentes tentaram por mais de uma vez avançar nas conversas para discutir uma renovação, mas nada evoluiu.

Depois de subir à equipe principal em 2012, até agora, ele disputou 12 jogos pelo clube, apenas três deles como titular, sem fazer gols.

O Juventus começou a observar o filho de Bebeto em outubro, e olheiros do clube italiano viram de perto o desempenho discreto de Mattheus com a Seleção no Sul-Americano Sub-20, no início deste ano, na Argentina.

Na última sexta-feira, uma reunião realizada na sede da MFD, empresa que gerencia a carreira do atleta, praticamente definiu a venda, mas as partes não chegaram a um acerto.

A negociação era vista com bons olhos pela diretoria rubro-negra – que receberia R$ 5,4 milhões – e pelos representantes do meia de 18 anos, que tem contrato com o clube carioca até o fim deste ano. Porém, não houve acordo sobre as condições de pagamento.

Na última quarta-feira, Dorival Júnior comentou a situação de Mattheus:

– O atleta deve ter o sentimento de saber quando é o momento certo da sair do clube. O clube também tem que saber se é o momento de vender. Este ano, com certeza, ele buscaria uma arrancada. A previsão seria que, até o meio do ano, ele estivesse brigando pelo seu espaço, mas de uma maneira muito direta pela posição. Eu contava e continuo contando com o Mattheus, caso venha permanecer na equipe.
 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //