Saúde

Marcelo Queiroga diz que Ministério da Saúde irá monitorar crianças vacinadas de forma irregular em Lucena


17/01/2022

Redação/Portal WSCOM

O ministro de saúde, Marcelo Queiroga visitou no início da manhã desta segunda-feira (17), o município de Lucena, na Paraíba após a denúncia de vacinação irregular de cerca de 60 crianças que receberam doses para adultos do imunizante Pfizer, e que estavam fora do prazo de validade.

Segundo o médico paraibano, a visita ao município para o acompanhamento das crianças e apuração da situação, foi feito pelo próprio presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Ontem, ao saber do fato, o presidente Jair Bolsonaro me contactou e me pediu que eu viesse aqui em Lucena e conversasse com as famílias para mostrar o cuidado que o Ministério da Saúde tem com nossas crianças”, disse à TV Cabo Branco.

Queiroga afirmou que as crianças estão sendo monitoradas e que o caso, considerado um erro vacinal, deve ser apurado. Ele disse que a Prefeitura de Lucena irá adotar medidas administrativas para evitar que irregularidades venham a se repetir.

“Temos que fazer um monitoramento rigoroso para verificar a possível ocorrência de eventos adversos. Nós consideramos um erro vacinal. Já conversei com o prefeito Leo que já determinou as medidas administrativas para apurar eventuais responsabilidades no sentido de corrigir e evitar que aconteça ou erro vacinal dessa natureza”, disse Queiroga.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, ao menos 60 crianças, de 4 a 11 anos de idade, tomaram a vacina de adulto contra Covid-19 em uma Unidade Básica de Saúde (UBS), na zona rural do município de Lucena, no Litoral Norte da Paraíba. A imunização aconteceu antes da chegada da vacina pediátrica, em dezembro de 2021.

O caso veio à tona na última sexta-feira (14), a partir da denúncia de uma mãe que disse que os filhos tinham sido imunizados antes da chegada da vacina para o público de 5 a 11 anos. É importante lembrar que a vacina para as crianças tem um terço da dose do adulto e tem rótulo de cor alaranjada.

As vacinas pediátricas só desembarcaram na Paraíba na tarde da última sexta-feira (14), no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa. A distribuição do primeiro lote com 23.600 doses para os municípios só ocorreu no sábado (15).



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.