Esporte

Maratona: Flamengo enfrenta RB Bragantino e pode assumir liderança do Brasileirão

15/10/2020


Na imagem o estádio do Maracanã, palco do confronto

GE



Depois de 48h da vitória sobre o Goiás, o Flamengo volta ao Maracanã nesta quinta-feira, às 20h, desta vez para enfrentar o Bragantino. Para a equipe carioca, em segundo lugar com 30 pontos, o objetivo é emendar a quinta vitória seguida e assumir a liderança do Brasileiro, já que o Atlético-MG, que tem um jogo a menos, empatou com o Fluminense na rodada.

Para o Bragantino será a chance de tentar aproveitar o desgaste do adversário e somar pontos importantes para começar a pavimentar a saída da zona de rebaixamento. E no histórico dos sete confrontos até hoje pelo Brasileiro, a equipe paulista leva vantagem como visitante contra o Flamengo. Em sete duelos, três vitórias, dois empates e duas derrotas. Nesta edição, no entanto, o time ainda não venceu fora de casa.

Flamengo – técnico Domènec Torrent
Por causa do intervalo de apenas 48h do jogo contra o Goiás, na terça, a equipe será quase que completamente modificada para o duelo desta quinta. Dome terá que montar um quebra-cabeça e contar mais uma vez com a garotada.

O Flamengo tem a volta de Diego, que cumpriu suspensão, e de Everton Ribeiro, que estava com a Seleção e atuou apenas 21 minutos na terça. Como jogaram mais tempo e viajaram, Rodrigo Caio (78 minutos) e Isla (90 minutos) são dúvida.

Escalação: Diego Alves; Renê, Léo Pereira, Thular, Matheuzinho; Willian Arão, Diego, Vitinho, Everton Ribeiro; Bruno Henrique, e Lincoln
Desfalques: Filipe Luís (suspenso); Gabigol, Arrascaeta e João Lucas (em tratamento de lesão); Pedro Rocha (recondicionamento físico).
Pendurados: Bruno Henrique, Everton Ribeiro, Gabigol e João Lucas.

Bragantino – Mauricio Barbieri
Não bastasse a má fase do Massa Bruta, o Departamento Médico da equipe vive constantemente cheio. Contra o Flamengo, atletas importantes como os atacantes Artur e Alerrandro, além do meia Lucas Evangelista, estão fora. Com um banco de reservas limitado, a saída para Mauricio Barbieri deverá ser improvisar em alguns setores.

Escalação: Júlio César; Edimar, Ligger, Léo Ortiz, Aderlan; Ricardo Ryller, Claudinho, Raul, Leandrinho, Bruno Tubarão; Ytalo
Desfalques: Artur (dores musculares), Wesley (dores musculares), Lucas Evangelista (Covid-19), Alerrandro (lesão no joelho), Thonny Anderson (reforço muscular).
Pendurados: Claudinho, Lucas Evangelista, Léo Ortiz, Bruno Tubarão e Ricardo Ryller.


Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.