Policial

Mãe suspeita de matar criança de apenas 9 meses por asfixia é encaminhada pela Polícia Civil à hospital psiquiátrico

09/01/2021


Imagem meramente ilustrativa - Caso segue sob Investigação da Delegacia de Crimes Contra Pessoa da Capital

Portal WSCOM

A Polícia Civil encaminhou para um hospital psiquiátrico a mãe suspeita de matar o filho de apenas nove meses, neste sábado (9), por asfixia dentro de uma apartamento, localizado em condomínio do bairro do Bessa, em João Pessoa. O ato teria ocorrido durante um surto psicótico da genitora, que foi encontrada em estado de choque. A perícia concluiu em laudo preliminar que a morte foi provocada por ‘asfixia’.

De acordo com informações divulgadas pelo delegado, a tia da suspeita acordou no horário da mamadeira da criança, se dirigiu ao quarto, e encontrou a suspeita chorando, segurando e apertando o bebê. Ela pediu para que a mãe entregasse o menino, mas foi negado.

A tia gritou e pediu ajuda. Um amigo da família foi quem conseguiu pegar a criança da mãe, mas percebeu que ela já estava morta. A Polícia Civil foi acionada. A perícia técnica constatou que a criança teria sido morta por volta das 3h.

“A criança estava no quarto do casal, sobre a cama coberta com lençol, já em estado de rigidez, não foi encontrado nenhum ferimento. Deve ter acontecido muito cedo, provavelmente na madrugada”, contou o perito Ademar Roberto a reportagem do Sistema Arapuan.

O caso está sob investigação da Delegacia de Homicídios. Ainda de acordo com o delegado, todas as testemunhas do caso serão ouvidas novamente pela Polícia Civil. A mãe da criança também é aguardada para prestar depoimento.

“Era o primeiro filho dela, muito cuidado e muito amado, ela acreditava não poder ter filhos, mas teve e ficou muito feliz. O pai confirmou que ela era uma mãe dedicada, ele está abaladíssimo, destroçado. Eles estavam separados, mas mantinham uma relação amigável. Era uma família boa, amorosa, mas aconteceu essa tragédia. Não cheguei a conversar com a mãe devido à situação psicológica dela”, disse o delegado Ademir Fernandes, à reportagem da TV Arapuan.

LEIA MAIS:  Polícia investiga morte de bebê de 9 meses em condomínio de João Pessoa; mãe teria cometido o ato em surto psicótico

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.