Brasil & Mundo

Lula: “é uma necessidade ir ao Papa agradecer o que ele fez por mim e pelo povo oprimido”

05/02/2020


Foto: Ricardo Stuckert

Brasil 247

Lula falou à TV 247 sobre a razão de ir até o Vaticano na quinta-feira da próxima semana (dia 13) para se reunir com o Papa Francisco: “O encontro com o Papa é quase uma necessidade que eu tenho de ir agradecer as manifestações que ele tem feito e não apenas em minha solidariedade, mas que ele tem feito em defesa do povo oprimido de todo o mundo”.

Foi na entrevista que ele concedeu a Leonardo Attuch, com  participação dos ex-ministros Celso Amorim e Aloizio Mercadante, no final da manhã desta quarta-feira (5).

Lula falou também sobre a pauta do encontro com Francisco: “A questão da desigualdade é um tema do qual o PT não pode abrir mão nunca. Se o PT abdicar da luta pela igualdade o PT não tem mais razão de existir. Nós quase chegamos lá. Quando  ONU anunciou que o Brasil tinha saído do mapa da fome, se eu tivesse morrido teria deixado a terra realizado. Minha conversa com o Papa vai ser em torno disso. O Papa está preparando um encontro, ‘A Economia de Francisco’, que acontecerá em março, e eu gostaria que o Papa soubesse da experiência brasileira. Porque a experiência brasileira mais bem sucedida das últimas décadas, que provou que o pobre não é um problema. Provamos que o pobre, quando é inserido na economia vira solução. Porque quando você dá dinheiro para o pobre ele vira um consumidor, quando dá para o rico ele vira um especulador. Creio que será sobre isso a conversa com o Papa”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.