Futebol

Lateral paraibano que joga no Náutico é convocado por Felipão e se emociona

Na Seleção

02/04/2013


 

O jogador chegou à coletiva sem acreditar. A ficha ainda não tinha caído. Douglas Santos chorou logo na primeira pergunta. O paraibano de João Pessoa, 19 anos lembrou os tempos de dificuldade, agradeceu às pessoas especiais até aqui na carreira e colocou o nome de Deus em todas as suas declarações. “Quando a gente coloca Deus à frente da nossa vida as coisas acontecem rápido”. Ainda chorando, Douglas tentou explicar a sensação de realizar um sonho de todo jogador. “Nunca pensei em jogar ao lado de Neymar, Ronaldinho Gaúcho. Custa acreditar”.

A alegria de Douglas contagiou e “virou” a pauta de toda a imprensa que cobria o Náutico nesta tarde no Centro de Treinamento Wilson Campos. A última convocação de um jogador alvirrubro aconteceu em 1966. Daquele timaço do hexa, o meia-atacante Nado experimentou o gostinho de vestir a amarelinha. Agora é Douglas Santos motivo de orgulho dos alvirrubros.

A notícia chegou ao conhecimento dos jornalistas pelo twitter, site da CBF e na transmissão dos jogos na tarde desta terça-feira quando aconteciam os confrontos da Liga dos Campeões da Europa. Os jogadores que atuaram no clássico faziam a tradicional corrida de regenerativo. Foi quando Kuki chamou Douglas e deu a notícia para o lateral esquerdo.

“Eu agradeço a ele por tudo desde a base quando me dava conselhos e me incentivava nas jogadas pela esquerda”, disse em meio às lágrimas. Douglas falou da família e como iniciou a carreira de futebol. “Eu participei de um jogo contra o Flamengo lá de João Pessoa e eu jogava pelo time do meu bairro o Altiplano. Nós perdemos de 9 x 1 e eu marquei o único gol. Depois conseguir um teste no próprio Flamengo e me machuquei. Depois meu empresário tentou um teste aqui no Náutico. Fui aprovado no peneirão de 2011 e comecei minha trajetória no Náutico”.

O menino humilde, mas de uma personalidade firme, de temperamento calmo, sereno extravasou sua emoção, mas sem tirar os pés do chão. “Eu tenho que continuar focado como sempre procurei estar aqui no Náutico. É busco sempre fazer bem feito o meu trabalho e tem que continuar assim”.

A indicação de Gallo, as palavras de incentivo de Kuki e o acolhimento no Náutico pontuaram o discurso de agradecimento do atleta. “O Náutico apostou em mim e devo muito ao clube. Kuki sempre ajudou na minha capacitação. Sem ele não estaria aqui. Gallo me ajudou na hora de enfrentar um Corínthians, um Grêmio, sempre para que eu estivesse calmo na hora de um passe”.

Douglas Santos faz parte de uma lista de convocados que ainda estão Dória do Botafogo e o goleiro Mateus do Corínthians, ambos participaram do grupo da seleção sub-20 junto com Douglas no começo do ano. Ele integra o grupo que participa no próximo sábado do amistoso contra a Bolívia em Santa Cruz de La Sierra. A expectativa do orgulho alvirrubro é ser bem recebido mais uma vez. “Eu tenho certeza que caras como Ronaldinho e Neymar vão acolher bem os mais jovens”, finalizou ainda emocionado.

 

Maurilio de Almeida

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.