Política

Klinsmann deixa clube dias após ajudar na contratação de atacante paraibano destaque do Brasil sub-23

11/02/2020


ESPN.com.br



Jurgen Klinsmann não é mais o técnico do Hertha Berlin. O alemão anunciou sua saída na manhã desta terça-feira (11), depois de apenas três meses no comando do time e dias após ser peça-chave na contratação do brasileiro Matheus Cunha, destaque da seleção brasileira sub-23.

O ex-comandante de Bayern de Munique, Alemanha e Estados Unidos comunicou sua decisão através do Facebook e disse que seguiria no clube em uma função de supervisão.

“Gostaria de agradecer todos os jogadores, torcedores, comissão e funcionários do Hertha Berlin pelo apoio, todas as reuniões e conversas nas últimas dez semanas. Foi um período incrível para mim, com vários novos aprendizados. O clube e a cidade cresceram em mim ainda mais”, escreveu.

No fim de janeiro, Klinsmann havia ajudado na contratação de Matheus Cunha, autor de dois gols na vitória do Brasil sobre a Argentina na partida que garantiu o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Ele ligou para o brasileiro, que decidiu deixar o RB Leipzig, atual vice-líder da Bundesliga.

Além de Cunha, o Hertha Berlin também reforçou seu ataque na última janela de transferências com Krzysztof Piatek, ex- Milan, por 27 milhões de euros (R$ 127 milhões), um recorde no clube.

Segundo apurou a ESPN, na última semana, Klinsmann se incomodou com a direção do Hertha pelo que ele entendeu como falta de apoio em relação a um problema que teve com uma licença de treinador em janeiro. Como não trabalhava na Alemanha desde 2009, quando esteve no Bayern, o técnico não renovou o papel, o que é obrigatório no país a cada três anos.

“Estou convencido que o Hertha vai conseguir seu objetivo de se manter na elite. Mas para esse trabalho, que não está completo ainda, como técnico, preciso da confiança dos líderes. Especialmente em uma luta contra o rebaixamento, o espírito de time e foco no básico são as coisas mais importantes. Sem isso, não posso desenvolver meu potencial como técnico”, explicou.

Klinsmann, de 55 anos, foi anunciado pelo Hertha em 26 de novembro de 2019 e venceu apenas três de suas dez partidas no comando, perdendo quatro e empatando outras três.

O Hertha, que se disse surpreso com o anúncio de Klinsmann também através de comunicado oficial, está na 14ª colocação da Bundesliga, seis pontos acima da zona de rebaixamento.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.