Paraíba

João Pessoa oferece opções de passeio e atrações durante o feriadão

Semana santa


29/03/2013



A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) disponibiliza opções de passeio e as mais variadas atrações para quem for passar o feriado da Semana Santa na Capital. O feriadão começa na Sexta-feira da Paixão (29) e segue até o Domingo de Páscoa (31).

Uma das principais opções de lazer e entretenimento de João Pessoa é o Parque Zoobotânico Arruda Câmara. A Bica, como é chamado pela população, é um ambiente ideal para a contemplação da natureza, com espécies da fauna e flora brasileira. Para quem não vai viajar e prefere aproveitar o feriado para descansar, o Parque é uma excelente dica. Localizada numa área central da Capital, entre os bairros do Roger e Tambiá, a Bica ainda oferece a vantagem de estar perto da Lagoa do Parque Sólon de Lucena, por onde passam ônibus vindos de todos os pontos da cidade.

O zoológico conta com 92 espécies e mais de 500 animais que são mantidos de acordo com normas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em recintos bem projetados e adequados para o bem-estar dos mesmos. A vegetação é um resquício de Mata Atlântica onde podemos observar espécies raras como o jacarandá (Mimosaefolia), jequitibá (Cariniana estrellensis), oiticica (Licania rígida), Castanheira-do-maranhão (Pachira aquática) dentre outras.

O Parque possui ainda área de lazer com playground, quiosques, pedalinhos, quadriciculos e passeio de trenzinho para as crianças. O projeto de requalificação da Bica disponibiliza equipamentos modernos, proporcionando interação entre público visitante e os animais. Também é permitido passear dentro do recinto das aves e contemplar de perto as belezas naturais das espécies preservadas

Educação ambiental – O espaço da Oca é destinado às ações de Educação Ambiental, onde os visitantes têm acesso à exibição de um vídeo sobre as normas de conduta dentro do Parque. Na área da Bica ainda funciona o Centro de Estudos e Práticas Ambientais (Cepam), onde são executadas atividades holísticas, como as Práticas Integrativas Complementares de Saúde (massagem e auricoloterapia) e ações de sustentabilidade. No local são promovidas oficinas, além do funcionamento do Museu de História Natural, onde estão expostas muitas espécies de animais taxidermizados (técnica de preservação da forma da pele-empalhamento).

Entre os diversos recintos, a Casa dos Répteis abriga diversas espécies de serpentes e lagartos, expostos com segurança, permitindo que os visitantes tenham conhecimento da fauna e compreendam sua importância em cada ecossistema.

Funcionamento – A Bica funciona de terça a domingo, das 8h às 17h. Na segunda-feira é fechada para o público, funcionando apenas com expediente interno. Durante o feriado da Semana Santa, o Parque abrirá normalmente, com entrada permitida até às 16h. Crianças de até sete anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis, idosos, deficientes e funcionários da Prefeitura Municipal de João Pessoa têm entrada franca. O custo do ingresso é de R$ 2,00 e o estacionamento é gratuito.

Lazer e cultura – A Estação Cabo Branco-Ciência, Cultura e Artes, localizada no bairro do Altiplano, é outra opção de lazer na Semana Santa. Projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, ela tem a missão de levar cultura, arte, ciência e tecnologia à população de forma gratuita. Situada à Av. João Cirilo Silva, s/n, a Estação possui projetos permanentes em sua agenda.

Eventos culturais – Paixão de Cristo 2013 – A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) apresentará o espetáculo “O Calvário”, que tem texto e direção de Roberto Cartaxo. A peça será apresentada nas noites de 28 a 31 de março, no Ponto de Cem Réis. Serão duas sessões por noite. Ao todo, a proposta selecionada envolve uma equipe de mais de 90 pessoas, incluindo elenco e técnicos. “O Calvário” narra uma história milenar de amor e entrega, protagonizada por Jesus Cristo. A entrada triunfal em Jerusalém, a última ceia, a traição de Judas, a flagelação e a crucificação de Jesus. Todas essas passagens serão mostradas pelo grupo dentro dos padrões tradicionais, acentuando a dor do Filho do Homem, sem inserção de elementos modernos no que se refere ao texto, com toques de vanguarda na encenação como um todo.

Sabadinho Bom – O evento acontecerá normalmente no sábado da Semana Santa, segundo informou o chefe da Divisão de Música, Bebé de Natércio. Além do genuíno choro brasileiro, as tardes do ‘Sabadinho Bom’ agora ficam mais extensas, com a inclusão de mais um estilo como segunda atração: o samba. O evento começa a partir das 12h. A realização também é da Funjope.

O coordenador da Divisão de Música explicou que a implementação do projeto já vinha sendo estudada pela atual gestão e tomou como base as solicitações do público. “Nesse novo formato, as atrações de choro começam no horário tradicional, às 12h. Em seguida, colocamos um grupo ou artista com repertório de samba”, disse. “Desta forma, continuamos atendendo ao mesmo público dentro de uma lógica estética de gêneros musicais”, argumentou.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //