Política

João Azevêdo prevê flexibilização do uso de máscaras a partir do início do próximo ano e pede que prefeitos tenham cautela com o carnaval


25/11/2021

Redação/Portal WSCOM

Durante agenda desta quinta-feira (25) na cidade de cajazeiras, no sertão do estado o governador João Azevedo (Cidadania) falou sobre a flexibilização de medidas de combate a pandemia de coronavírus na Paraíba. De acordo com o chefe do executivo, baseado nos atuais índices de covdi-19 no estado, e no avanço da vacinação, existe a possibilidade de se liberar o uso de máscaras em locais abertos a partir do início de 2022, mas destacou que é um “risco” desobrigar a máscara em ambientes fechados.

“Nós vamos ter o tempo e espero que seja o início do próximo ano, em que as máscaras sejam opção de cada cidadão. Mas para que isso ocorra, é preciso que você chegue a um patamar de vacinação que garanta essa tranquilidade”, disse.

Na oportunidade, o governador também sugeriu cautela aos prefeitos dos municípios paraibanos no tocante a realização do carnaval nas cidades, para evitar uma nova onda da covid-19 na Paraíba.

“É preciso ter cuidado para que a gente não volte a ter um repique da doença. Eu acho que ainda não é hora. Teve uma reunião ontem com todos os secretários de Saúde do Brasil e uma das questões é que eles decidiram não recomendar a realização do carnaval”, destacou.

No entanto, João Azevêdo afirmou que essa é uma posição pessoal e não definitiva, o que só deve ocorrer após reunião de autoridades.

“Tenho a sensação de que deveríamos ter uma precaução para proteger a população. Nosso objetivo é salvar vidas. Por mais que pareçam duras as medidas, mas o reflexo está aí. Tomamos as medidas sem a preocupação de se vai perder voto ou não. O meu objetivo é proteger a população”, frisou.

Carnaval no Sertão

Nesta quarta-feira (24), o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir (Progressistas), anunciou que o município não irá realizar os festejos carnavalescos em 2022 devido ao número de ocupação de leitos no sertão e a taxa de transmissibilidade que ainda se encontra alta na região. A cidade é um dos principais roteiros do carnaval no interior da Paraíba e costuma atrair multidões de foliões.

De acordo com o último boletim epidemiológico da secretaria de estado da Saúde, a taxa de ocupação dos leitos de UTI para adultos no sertão é de 33%, a maior da Paraíba.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.