Política

João Azevêdo confirma contato de interlocutores com PP e PV e aponta definição em 15 dias


22/07/2020

Da Redação / Portal WSCOM

O governador João Azevêdo (Cidadania) negou, nesta quarta-feira (22), que tenha iniciado articulação com o deputado Aguinaldo Ribeiro em torno da pré-candidatura de Cícero Lucena à Prefeitura de João Pessoa. No entanto, ele confirmou à rádio Pop Fm que o contato aconteceu através de interlocutores, tanto com o líder do Progressista, como com o Partido Verde, de Luciano Cartaxo.

“Não houve esse contato de forma nenhuma [com Aguinaldo]. Existe interlocutores que receberam tanto representando Cicero Lucena tanto o pessoal da Prefeitura, do PV. Entretanto houve contato de interlocutores, mas não se chegou a detalhes de apoio a esse ou aquele, ou tipo de participação. Estamos abertos a ouvir, discutir, colocar nosso posicionamento e com o nosso interesse participar em qualquer tipo de aliança”, disse, pontuando ainda que as eleições de 2020 passam também por 2022.

João comentou a diferença entre discutir com o PP, que já anunciou o seu pré-candidato, Cícero Lucena, e com o PV, que tem quatro postulantes: Diego Tavares, Edilma Ferreira, Daniela Bandeira e Socorro Gadelha.

“É de responsabilidade dos próprios partidos. O Progressista decidiu escolher o nome, o PV apresentou 4 nomes. É claro que uma coisa é você tratar com o candidato, outra coisa é conversar com a liderança do partido”, definiu. Em outro momento, João ainda pontuou “É estranho ter 4 candidatos”

Ele pontuou que o partido deve apontar uma direção no pleito desde ano em até 15 dias. Há ainda a possibilidade de candidatura própria do Cidadania na capital paraibana.

“Vamos participar e vamos participar com candidatura própria ou aliança. Existem alianças que não temos interesse de formar por um conjunto de fatores. Existe possibilidade de alianças, a gente está conversando. Eu não sentei ainda com ninguém para bater o martelo. Tenho certeza que vamos decidir nesses próximos 15 dias se terá aliança, se vamos com candidatura própria”, declarou.

Ele negou ainda que tenha uma pré-disposição pela pré-candidatura de Socorro Gadelha à Prefeitura de João Pessoa, pelo PV: “Tenho respeito por Socorro, conheço de muitos anos da Caixa Econômica, do Ministério. Trabalha na área de habitação, como eu trabalhei. As pessoas vão para um detalhe que não foi discutido. Jamais sentei como prefeito para discutir os nomes que a Prefeitura tem lançados com os pré-candidatos. É preciso que antes de a gente chegar nesse detalhe, é preciso definir se há convergência para uma aliança. Se for uma coisa que só vão para um lado não dá”.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.