Paraíba

Jailson Vilberto emite nota de esclarecimento sobre farras na Agevisa

06/06/2014




O atual diretor do Hospital Arlinda Marques, Jailson Vilberto, emitiu uma nota de esclarecimento referente à matéria veiculada, ontem (05), no Portal WSCOM Online, sobre farra de diárias para membros da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa).

Na Nota, ele diz que a denúncia não tem provas e que até esta data o Tribunal de Contas não se manifestou sobre isso.

Ele ressaltou ainda que as contas do exercício da referente denúncia anônima foram devidamente aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado, o que torna incoerente e absurda tal denúncia. Jailson Vilberto, disse estar a disposição do TCE para qualquer esclarecimento.

Confira a Nota na íntegra

Exercendo o meu direito constitucional de resposta, acerca da matéria publicada no blog WSCOM ONLINE, veiculado no dia 05/06/2014 ás 08h20min, venho esclarecer as inverdades e absurdos publicados.

Inicialmente questiono a conduta do portal, um jornalista sério e que tenha responsabilidade com a sua profissão, ao menos, verifica a veracidade das matérias aos quais se propõe a noticiar. Com isso, tal noticia ultrapassa o limite da liberdade de expressão no momento que denegri a minha reputação veiculando noticias falsas ao meu respeito. Difamar uma pessoa é, no mínimo, ato covarde e irresponsável.

A denúncia a qual o portal se refere não tem provas que a fundamente, tanto é que até a presente data o Tribunal de Contas não se manifestou sobre isso. Vale ressaltar, que as contas do exercício da referente denúncia anônima foram devidamente aprovadas pelo TCE, o que torna totalmente incoerente e absurda a tal denúncia. No entanto, estou à disposição do TCE, caso seja necessário, para qualquer esclarecimento.

A notícia não passa de conduta difamatória com objetivo de denegrir a minha reputação perante a sociedade, bem como, ofender e atacar o governo, a ponto, do “jornalista” não se importar com as leis constitucionais que protegem a minha honra, excedendo o seu limite de liberdade de expressão.

Informo ao responsável pela matéria, ao qual não deve ser um jornalista sério, que não consta em meu nome nada que abone a minha conduta, ou que me rotule de ficha suja, pois conforme anexo, nenhum registro consta, em nenhuma esfera judicial.

JAILSON VILBERTO DE SOUSA E SILVA

Entenda www.wscom.com.br/noticia/paraiba/RC+NOMEIA+ACUSADO+DE+%27FARRAS%27+DE+DIARIAS-170517


Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.