Saúde

Inteligência artificial é aliada da medicina e não ameaça, avaliam médicos


11/10/2023

Portal WSCOM



O uso da inteligência artificial e os impactos na prática médica é um dos assuntos abordados no episódio desta semana no videocast “Sem Contraindicação”, que tem como tema “Ensino e pesquisa na área médica: além da medicina que conhecemos”. A apresentadora Linda Carvalho recebeu o ginecologista e obstetra Eduardo Valério e o oftalmologista Ricardo Azevedo. Professores e pesquisadores, eles fazem uma reflexão atualizada sobre as perspectivas da medicina.

Assim como em outras profissões, a medicina tem sido impactada pela inteligência artificial. Hoje, algoritmos já são capazes de auxiliar na interpretação de exames e de fazer projeções sobre o quadro clínico. Tudo isso leva à discussão se a inteligência artificial virá a substituir o médico. Mas, na opinião dos convidados do “Sem Contraindicação”, esses recursos são aliados para melhorar a prática médica e não concorrentes do homem. “Não tenho dúvidas de que o que vai diferenciar a medicina do futuro é a relação humana que o médico pode desenvolver, o toque. Isso aí é insubstituível [relação médico-paciente]”, destacou Eduardo Valério. Ele lembra que os sistemas precisam ser alimentados com dados dos pacientes pelos humanos e que contribuem para tornar o trabalho mais ágil.

O oftalmologista Ricardo Azevedo defende, inclusive, que as ferramentas podem fortalecer a relação médico-paciente, e não o contrário, no que se refere à confiança e tomada de decisões. “A inteligência artificial vai ser utilizada para guiar não só o médico, mas o paciente. É importante que ele esteja bem informado para tomar decisões junto com o médico. Nós guiamos o paciente e suas decisões”, acrescentou Ricardo Azevedo.

DIA DO MÉDICO

Este mês, o “Sem Contraindicação” terá dois episódios especiais em comemoração ao Dia do Médico, celebrado em 18 de outubro. Na próxima semana, o tema abordado será “A essência da prática médica”. Maior cooperativa de trabalho médico da Paraíba, a Unimed João Pessoa tem um quadro social com quase 1,8 mil médicos.

SOBRE O PROGRAMA

O “Sem Contraindicação” é produzido pela Unimed João Pessoa e vai ao ar às quintas-feiras, ao meio-dia. Esta semana, excepcionalmente em virtude do feriado da padroeira do Brasil, o programa foi publicado nesta quarta.

Os episódios, que têm foco em saúde, qualidade de vida e bem-estar, estão disponíveis nos canais da Unimed JP no YouTube e no Spotify. Para conferir os canais ou obter mais informações, basta acessar o Portal Unimed João Pessoa: www.unimedjp.com.br/semcontraindicacao.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //