Economia

Inscrições para programa de microcrédito municipal esgotam em menos de uma hora

Em menos de dez minutos no ar, o site ultrapassou a marca de mil pessoas on-line.


14/10/2021

(Foto: divulgação/Secom-JP)

Portal WSCOM

As 500 vagas disponibilizadas no primeiro edital do Eu Posso foram preenchidas em menos de uma hora. O programa municipal de microcrédito para pequenos negócios, promovido pela Prefeitura de João Pessoa, abriu as inscrições às 10h desta quinta-feira (14), exclusivamente pela internet, através do endereço euposso.joaopessoa.pb.gov.br. Em menos de dez minutos no ar, o site ultrapassou a marca de mil pessoas on-line.

O programa é executado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest). Os técnicos da pasta montaram uma força tarefa que se manteve a postos durante toda a manhã, a fim de garantir o perfeito funcionamento do sistema. E o sucesso foi absoluto: a cada minuto, em média dez empreendedores conseguiram efetuar inscrição.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Vaulene Rodrigues, o resultado foi recebido com alegria por toda a equipe da pasta. “Desenhamos um programa completo, voltado para os pequenos empreendedores da cidade, seja ele Pessoa Física ou Pessoa Jurídica. E é bastante satisfatório, para nós, saber que a população atendeu esse chamado e buscou aproveitar essa grande oportunidade”, disse.

Análise – Os inscritos agora terão sete dias para anexar todos os documentos exigidos. Finalizado este prazo, os empreendedores que não cumprirem os critérios previamente determinados em edital terão a inscrição indeferida. “Diante disso, haverá uma reabertura de inscrições, para atender o quantitativo previsto em edital”, explicou Vaulene. Todas as novidades serão anunciadas através do site do Eu Posso.

Etapas – A fase de inscrições corresponde apenas à primeira etapa do Eu Posso. Aqueles que efetuaram o cadastro e estiverem aptos seguirão para as capacitações. “Nosso programa inclui três cursos obrigatórios, pelos quais os empreendedores vão aprender a lidar com as finanças, desde o recebimento do recurso até o pós-crédito; serão orientados acerca de inteligência emocional; e ainda receberão instruções junto ao Sebrae sobre como gerir o seu negócio”, complementou a secretária.

Eles terão até sete dias, após a validação da inscrição, para concluir os cursos e anexar os certificados no sistema.

As etapas seguintes compreendem o plano de negócios, análise de crédito, entrega do certificado do programa (CEM) e, finalmente, a concessão do crédito. A pessoa contemplada segue sendo acompanhada por uma equipe de consultores no pós-crédito.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.