Saúde

Idosa com Covid-19 abandona tratamento e foge de hospital em CG; Secretaria pode pedir internação compulsória

08/07/2020


Portal WSCOM



Uma idosa de 71 anos interrompeu tratamento que estava recebendo para a Covid-19 no Hospital Municipal Pedro I, em Campina Grande, na noite dessa terça-feira (7), e deixou a unidade hospitalar.
De acordo com o boletim médico do hospital, a paciente estava internada em estado de saúde estável, consciente e orientada. Apesar da recomendação médica para seguir o tratamento, a idosa retirou os dispositivos médicos por conta própria e informou aos profissionais de saúde do plantão que iria retornar para sua residência, desconsiderando os esclarecimentos dados sobre a gravidade da interrupção do tratamento.
A paciente também se recusou a assinar o termo de responsabilidade antes de interromper o tratamento, conforme determina o protocolo do hospital. O setor de serviço social do hospital fez contato com os familiares,informou sobre a situação e está colaborando com os familiares para que a idosa possa retomar o tratamento o mais breve possível.
A Portaria Interministerial 5/2020 do Governo Federal garante que o serviço público possa instituir a internação compulsória em casos de Covid-19 como forma de proteger o indivíduo e a coletividade.
A Secretaria de Saúde disse hoje que poderá acionar a legislação para fazer cumprir o tratamento da paciente e está adotando as medidas sanitárias necessárias a respeito da paciente.
Maurilio de Almeida

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.