Policial

Polícia Federal apreende arma de fogo em residência de Fabiano Gomes; radialista vai responder criminalmente por posse ilegal

Segundo informações da assessoria da PF, ele não tinha posse legal da arma e deve responder criminalmente pelo ocorrido.

10/03/2020


Imagem reprodução

Redação / Portal WSCOM

A Polícia Federal apreendeu, na manhã desta terça-feira (10), durante cumprimento de mandato de prisão na casa do radialista Fabiano Gomes, alvo da oitava fase da Operação Calvário, uma arma de fogo em posse do comunicador. Segundo informações da assessoria da PF, ele não tinha posse legal da arma e deve responder criminalmente pelo ocorrido.

De acordo com as investigações do Ministério Público da Paraíba (MPPB), o comunicador é apontado como operador responsável por realizar repasses ilícitos de dinheiro, em espécie, sob a anuência do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB).

Segundo decisão do desembargador Ricardo Vital, a prisão de Fabiano Gomes ocorreu pela tentativa do comunicador de atrapalhar as investigações e o levantamento de provas, após solicitar dinheiro a investigados para não divulgar informações sigilosas.

A peça acusatória revela ainda diálogos do comunicador com Denylson Machado, apontado como sócio de Coriolano Coutinho na empresa “Paraíba de Prêmio”, também alvo da 8ª fase da Operação Calvário.

LEIA MAIS: CALVÁRIO: Fabiano Gomes é investigado pelo MPPB/Gaeco como suposto operador de repasses de dinheiro ilícito com a anuência de Ricardo Coutinho

LEIA MAIS: “Sócio oculto” da Paraíba de Prêmios, Coriolano Coutinho teria usado influência junto à  Lotep para lavar recursos desviados via Cruz Vermelha


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.