Brasil & Mundo

Governo Federal não convidou Governo do Estado para reunião, informa Palácio; Bolsonaro desembarca em Pernambuco


30/05/2022



Agenda do Presidente Bolsonaro informa presença em Pernambuco nesta segunda-feira para inspecionar estragos das chuvas, enquanto a Comunicação do Governo de Pernambuco diz que gestão estadual não foi convidada para reunião com representantes do Governo Federal, enviados ao Recife para tratar da crise das chuvas

BLOG DO JAMILDO

Crise acima e além da crise proveniente das fortes chuvas no estado de Pernambuco. Enquanto o Governo Federal envia ministros para acompanhar a gravidade da situação e nesta segunda-feira faz o presidente Jair Bolsonaro chegar visando inspeções, a comunicação do Governo de Pernambuco informou que a gestão do governador Paulo Câmara (PSB) não foi convidada para reunião com representantes do Governo Federal enviados ao Recife neste domingo, 29 de maio.

Quatro ministros de Bolsonaro convocaram uma coletiva para falar sobre a crise das chuvas em Pernambuco e deu-se conta da ausência de representantes das esferas estadual e municipal. “Não houve convite à gestão estadual e o presidente não ligou para o governador”, informou a Secretaria de Imprensa do Governo do Estado de Pernambuco.

A comunicação oficial ainda destacou a articulação do governador Paulo Câmara junto ao Comando Militar do Nordeste, com quem o gestor estadual se reuniu há pouco, neste domingo, no Palácio Campo das Princesas.

Nos bastidores, interlocutor do PSB, ouvido sob reserva pela coluna, dá o tom político. Ele afirma que o evento realizado pelos ministros de Jair Bolsonaro (PL) junto com Gilson Machado (PL), pré-candidato ao Senado apoiado pelo presidente, foi, na verdade, um ato eleitoral.

“Colocar Gilson Machado num helicóptero para sobrevoar áreas atingidas ajuda as vítimas em que? Imagine se fizéssemos isso com Danilo Cabral. Sabem que temos gabinete de crise, mas não chamaram para reunião, inclusive a de hoje”, comentou um socialista.

Outro interlocutor do PSB reforçou que o deputado federal, que é pré-candidato ao Governo de Pernambuco, suspendeu a pré-campanha para focar nas articulações e pressão para liberação de recursos para o estado.

Enquanto isso, um aliado do Governo Federal em Pernambuco, procurado pela coluna, diz que houve tentativa de contato com a gestão estadual. Destacou que os ministros Marcelo Queiroga (Saúde), Daniel Ferreira (Desenvolvimento Regional) e Carlos Brito (Turismo), além de representantes do ministério do Trabalho, permanecem em Pernambuco para acompanhar as



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.