Brasil & Mundo

Governador da Bahia defende ação da PM que matou miliciano e fala em “laços de amizade com a Presidência”

15/02/2020


Rui Costa e Jair Bolsonaro. (Foto: Camila Souza/GOVBA | Reuters)

O Governo do Estado da Bahia não mantém laços de amizade nem presta homenagens a bandidos nem procurados pela Justiça. A Bahia luta contra e não vai tolerar nunca milícias nem bandidagem. Na Bahia, trabalhamos duro para prevalecer a Lei e o Estado de Direito. Na Bahia, a determinação é cumprir ordem judicial e prender os criminosos com vida. Mas se estes atiram contra Pais e Mães de família que representam a sociedade, os mesmos têm o direito de salvar suas próprias vidas, mesmo que os MARGINAIS mantenham laços de amizade com a Presidência”, escreveu o governador da Bahia, Rui Costa, em seu twitter.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.