Futebol

FPF mantém Botafogo e Treze na Graça, mas com torcida única

Segurança

05/02/2013


Durou pouco mais de uma hora a reunião relizada nesta segunda-feira (04), na sede da Federação Paraibana de Futebol (FPF), em João Pessoa, para discutir a logística do clássico entre Botafogo-PB e Treze, pela 9ª rodada do Campeonato Paraibano 2013.

Como já previa a tabela, o duelo entre líder e vice-líder do certame continua agendado para o dia 17 de fevereiro, às 16h, no Estádio Leonardo Vinagre da Silveira – “Graça”.

Por solicitação da Polícia Militar, apenas os torcedores do Belo deverão ter entrada autorizada no estádio, que tem a capacidade atual limitada para três mil expectadores.

O vice-presidente Ariano Wanderley representou o presidente Nelson Lira por parte do Botafogo-PB. O chefe da diretoria galista, Eduardo Medeiros, foi acompanhado do diretor de futebol José Wilton pelo Treze.

Os dirigentes das duas equipes demonstraram não concordar com a realização da partida na “Graça”, única praça esportiva de João Pessoa em condição de receber jogos.

– Nós do Botafogo-PB não estamos satisfeitos com o agendamento desse clássico para o Estádio Leonardo da Silveira. Infelizmente as circunstâncias nos levaram a isso e agora temos que acatar. Não é bom para nós nem para o adversário. Pior ainda para a torcida, que não terá a comodidade necessária para um jogo como esse – comentou o vice botafoguense.

Por sua vez, Eduardo Medeiros continuou com o discurso de insatisfação.

– Só nos resta torcer que não aconteça uma tragédia. Nós do Treze estamos fazendo o alerta com antecedência, pois acreditamos que a Graça não tem a mínima condição de receber qualquer jogo. Não será a ausência da torcida do Treze que vai diminuir os riscos desse jogo. Nós dirigentes, a comissão técnica e os próprios jogadores estão sujeitos a tudo – observou o presidente do Galo.

A Polícia Militar não enviou representante para a reunião. Entretanto, na semana passada, o comandante do 1º BPM, Paulo Almeida, já havia notificado a FPF sobre a segurança do clássico.


Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.