Brasil & Mundo

Fenômeno raríssimo, ‘estrela de Natal’ poderá ser vista hoje à noite

Júpiter e Saturno ficarão alinhados e vão parecer um planeta duplo.

21/12/2020


Imagem ilustrativa

IstoÉ



O último registro que se tem notícia da “Estrela de Belém” data de 800 anos atrás. Quer dizer que a última vez que aconteceu foi em torno do ano 1220. Trata-se da “Estrela de Belém”, ou a “Estrela do Natal”. Aquela que muita árvore de Natal ganha no topo, só que de verdade.

É um fenômeno raríssimo, que acontece graças a conjunção de Júpiter e Saturno. Ele é muito raro porque cada planeta tem um tempo diferente para girar em torno do Sol. Júpiter leva 12 anos terrestres, enquanto Saturno leva outros 30. O fenômeno ocorreu também em 1.623, além de 1226. No entanto, entre essas duas datas, esta última, no século XIII, é a que mais se assemelha a que será possível testemunhar.

O melhor é que o fenômeno poderá ser visto, no anoitecer, em praticamente praticamente toda a Terra.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.