menu

Paraíba

04/06/2013


Família se mantém em vigília no Sírio

SAUDE DE JULIO

 A família do superintendente do SEBRAE/PB, Júlio Rafael, decidiu aguardar todo o tempo possível do acompanhamento e procedimentos médicos diante do estado grave do dirigente paraibano depois de Boletim. Horas antes do domingo, às 8h16, houve informe extra-oficial de médicos do Hospital Sírio Libanês de que ele estaria com morte cerebral. Ontem, a equipe se reuniu com familiares e resolveu divulgar Boletim oficial com dados diferentes do que processara no dia anterior.

– Sabemos que o estado de saúde é extremamente grave, mas vamos continuar aguardando o processo normal enquanto houver batimento cardiaco – revelou um dos familiares confirmando que no dia anterior havia sido informado da morte cerebral do dirigente, acrescentando que ele respira com aparelhos.

Diversos amigos do superintendente chegaram a enviar para endereços diferentes informações constantes da condição irreversível diante da informação repassada de morte cerebral.

Informações extra-oficiais do Hospital dão conta que nenhum dos médicos quis assinar boletim com morte cerebral nem proceder desligamento de aparelhos temendo problemas futuros, mesmo com informação repassada no dia anterior, e ainda porque não havia protocolo informando que o paciente era doador de órgãos.

Conforme a professora Ana Adelaide, esposa de Julio Rafael, “diante da orientação médica, vamos ficar aqui todo o tempo possível”.

Paralelamente, sabe-se que o SEBRAE Nacional já contratou avião para traslado do corpo, bem como a familia decidiu que, em caso de morte formalizada, o corpo será cremado em João Pessoa.