Política

EXCLUSIVO: Ex-ministro da Justiça contesta Ives Gandra e diz que CF não dá poderes ao presidente para uso das Forças Armadas para interesse particular

23/05/2020


Por Walter Santos

O ex-ministro da Justiça, o advogado e promotor José Eduardo Cardozo, contestou, em entrevista à Revista NORDESTE, a tese do constitucionalista Ives Gandra, que defende a condição do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de empregar o uso das Forças Armadas com finalidade particular, com base no artigo 142 da Constituição Federal.

De acordo com José Eduardo Cardozo, essa possibilidade é inconstitucional, apesar do presidente da República ser o comandante maior do país e, consequentemente, das Forças Armadas.

– Embora respeite a posição do eminente constitucionalista discordo completamente da postura dele porque as regras constitucionais impedem esta condições, pois não cabe às Forças Armadas ações inconstitucionais – afirmou.

Para o ex-ministro, insiste, não cabe às Forças Armadas interferir na realidade nacional da forma intencionada.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.