Esporte

Ex-técnico da ginástica dos EUA é preso sob acusação de molestar jovem de 14 anos

Sem direito a fiança, Terry Gray pode pegar prisão perpétua por atos de indecência

12/07/2020


Terry Gray é preso em Las Vegas — Foto: Divulgação/LVMPD

Globoesporte.com



Mais um caso de abuso sexual abalou a ginástica artística dos Estados Unidos neste fim de semana. Ex-técnico da seleção do país, Terry Gray foi preso em Las Vegas na última sexta-feira sob 14 acusações de atos indecentes com um jovem de 14 anos. Sem direito a fiança, o treinador de 52 anos está detido por molestar o menor e tem seu primeiro julgamento agendado para esta segunda-feira. A pena máxima para esse crime no estado de Nevada é prisão perpétua.

Segundo informações da “CNN” americana, os atos de indecência de Gray aconteceram entre 2007 e 2013 no clube Brown’s Gymnastics, de Las Vegas. No ano passado, o técnico foi suspenso por dois anos pela USA Gymnastics (Federação Americana de Ginástica) por má conduta sexual com um menor. Pelo menos até outubro de 2021, ele não pode ter contato com nenhum atleta ou clube federado à USA Gymnastics. Gray foi auxiliar de Mary Lee Tracy, técnica que participou da seleção americana na preparação para as Olimpíadas de Sydney 2000.

A Polícia Metropolitana de Las Vegas (LVMPD) investiga se o treinador fez mais vítimas.

Banner Portugal

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.