Esporte

Ex-piloto da Moto GP leva tiros na cabeça e sobrevive; atleta mostra a cicatriz em rede social

Capacete e boné evitaram sequelas

26/06/2020


Imagem reprodução

Ex-piloto da categoria 500CC do Mundial de Motovelocidade, Miguel Duhamel foi baleado nesta quarta enquanto andava de bicicleta no Red Rock Canyon State Park, na Califórnia, Estados Unidos. Apesar dos tiros disparados através de uma pistola de ar comprimido, o canadense de 52 anos não ficou com sequelas. Nesta quinta, ele postou imagens da cicatriz do ferimento em uma rede social.

Duhamel conta ter visto um carro atrás da sua bicicleta, antes de ouvir o barulho dos disparos e sentir uma descarga de gás. Com muitas dores na cabeça, ele tirou o capacete e viu que sangrava bastante. Tanto o capacete quanto o boné usados pelo canadense evitaram que os disparos fizessem mais estragos.

O ex-piloto foi socorrido minutos depois por paramédicos que estavam próximos do local. A polícia ainda não sabe o motivo do atentado.

Conhecido por ser o primeiro canadense a ganhar o Superbike, em 1995, Duhamel competiu no Mundial de Motovelocidade em 1992 pela Yamaha e em 2007 pela Honda. Seu melhor resultado foi um quinto lugar no GP Brasil de 1992, em Interlagos.

Banner Portugal

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.