Futebol

Ex-Palmeiras, pai de Moreno rouba cena em negociação, faz filho se desculpar e g

Ao Palmeiras


09/02/2013



Palmeiras e Grêmio entraram em uma grande negociação envolvendo cinco atletas, incluindo o ídolo da torcida alviverde Hernán Barcos e um dos principais atacantes do futebol brasileiro Marcelo Moreno. Mas todos se tornaram meros coadjuvantes na transação. Quem roubou a cena foi Mauro Martins, pai e empresário do boliviano, que ocupou os noticiários com muita polêmica, fez o filho se desculpar e ganhou até um perfil fake no Twitter.

Mauro Martins ficou famoso nesta sexta-feira ao conceder várias entrevistas a sites e rádios para descartar a transação de Moreno com o Palmeiras e garantir que seu filho vai permanecer no Grêmio. O que chamou atenção foi o tom exaltado do discurso e o menosprezo em relação ao time paulista que ele chegou a chamar de ‘fracassado’. Barcos também não foi poupado e acabou taxado como ‘jogadorzinho’.

O detalhe curioso é que Mauro Martins foi jogador do Palestra na década de 60 e atuou com craques como Julinho Botelho e Ademir da Guia.

A entrevista mais polêmica que Martins concedeu foi à Rádio Bradesco Esportes no início da noite ao menosprezar os rivais. “Ele tem de jogar em uma equipe maior do que o Grêmio e não em uma menor do que o Grêmio. Eu fui um jogador de futebol por 16 anos. O meu filho tem de subir. O Flamengo estava louco atrás dele, agora o Palmeiras, louco atrás dele. Tudo equipe fracassada”, disse.

“Quem é o Palmeiras nesse momento? É uma equipe de segunda divisão, de terceira divisão, que não está com nada, está sem dinheiro, sem jogador, o que tem é tudo jogador fracassado, então eu não quero que meu filho vá para lá para ser um dos fracassados” .

Mauro Martins entrou em ação após o Palmeiras anunciar a transferência de Barcos para o time gaúcho. O time paulista divulgou ainda que, em troca, ficaria com cinco jogadores gremistas, incluindo Marcelo Moreno. O jogador negou a informação por meio de seu Twitter e anunciou que fica no Grêmio até 2015.

Antes da entrevista à Rádio Bradesco, o pai de Moreno já havia destilado seu veneno ao falar com a Rádio Guaíba no fim da tarde desta sexta e fazer duras críticas a Barcos.

"Se fosse Neymar, Ronaldinho ou Messi, eu até entenderia. Mas não tenho medo do Barcos. Não é mais que o Marcelo. Barcos é um jogadorzinho comum. É uma ignorância do Grêmio. Não sei quem inventou isso, deve ser coisa de alguém que quer f… o Grêmio, não levantar o Grêmio".



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.