Política

Emenda de Cássio causa revolta; cantor posta montagem ofensiva e tucano nega cen

na internet

04/12/2013




Uma emenda do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) a mini-reforma eleitoral aprovada no Senado Federal vem gerando muito polêmica, principalmente nas redes sociais. Trata de uma emenda que pune com multa de até R$ 30 mil e até prisão quem denegrir a imagem de políticos ou partidos na internet. A proposta tem sido tratada como censura pelos internautas e até a classe artística vem se colocando contra. O senador chegou a gravar um vídeo explicando a situação e negou que se trate de qualquer tipo de censura.

Na tarde desta quarta-feira, 4, a polêmica ganhou mais um capítulo quando o cantor e líder da banda Detonautas, Tico Santa Cruz postou uma montagem com a foto de Cássio e um comentário prá lá de ofensivo sobre o assunto.

Clique aqui e veja a postagem do cantor.

Com mais de 400 mil seguidores, em pouco mais de quatro horas, a publicação já havia sido compartilhada por mais de 6. 600 pessoas, recebido 8.701 curtidas e mais de mil comentários nada agradáveis ao senador.

Já no dia 30 novembro, quando começou a polêmica, Cássio gravou um vídeo no qual explica a medida e nega que haja nela qualquer tipo de censura. Ele explica que sempre defendeu a democracia sólida, fez parte da Assembleia Constituinte e que a medida visa coibir que partidos políticos contratem pessoas para denegrir a imagem de adversários.

Clique aqui e veja o vídeo gravado pelo senador.

“Não há nenhum tipo de censura, fiquem tranquilos quanto a isso. Seria um absurdo imaginar o contrário.
 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.