Música

Dorgival Dantas e Pinto do Acordeon são as principais atrações desta 5ª no Ponto

‘São João Pra Valer’

26/06/2013




 Mais quatro atrações sobem ao palco do Ponto Cem Réis na noite desta quinta-feira (27) para garantir a alegria do público que vai prestigiar o ‘São João Pra Valer’. Como de costume, o início da festa está programa para às 19h com a apresentação de Zeca do Rolete, atração de cultura popular da noite. Na sequência, a festa segue no palco principal com mais três atrações na seguinte ordem: Pinto do Acordeon, Santana o Cantador e Dorgival Dantas. O ‘São João Pra Valer’ é promovido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope).

A principal atração da sétima noite de festejos do ‘São João Pra Valer’ vem do Rio Grande do Norte. Tecladista, cantor, sanfoneiro e compositor, passou a ser reconhecido nacionalmente após ter composições gravadas por artistas como Tomate, na época vocalista da Banda Rapazzola, Maria Cecília & Rodolfo, Garota Safada, Bruno e Marrone, César Menotti e Fabiano, Alexandre Pires, Tchê Garotos, Guilherme e Santiago, Fagner, Flávio José e Frank Aguiar.

Dorgival Dantas nasceu em Olho D’água do Borges no Rio Grande do Norte em 1971. Ingressou na carreira musical aos 14 anos de idade, influenciado pelo pai Cícero Dantas, que também era sanfoneiro. Com 17 anos conheceu o teclado e acompanhou vários artistas. Já como profissional, aos 21 anos, e morando na capital do estado, Natal, integrou no grupo ‘Show Terríveis’ até 1997. Depois, mudou-se para Fortaleza e passou a tocar com a dupla Sirano e Sirino. O forró é a principal marca do artista, que fechará a sétima noite do ‘São João Pra Valer’.

Pinto do Acordeon – Instrumentalista, cantor e compositor, Francisco Ferreira Lima, mais conhecido como Pinto do Acordeon, é a primeira atração do palco principal na noite desta quinta-feira.

Interessado por música desde a infância e aficionado por acordeão, instrumento no qual se tornou um virtuoso, ficou conhecido desde quando fazia parte da trupe de Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”.

Pinto do Acordeon já escreveu sua marca no cenário nacional. Um dos seus maiores sucessos, Neném Mulher, foi trilha sonora da novela Tiêta, da Rede Globo. Já compôs músicas para artistas como Fagner, Genival Lacerda, os Três do Nordeste, Trio Nordestino, sua conterrânea Elba Ramalho e com Dominguinhos, sendo que com este já gravou em parceria. Seu primeiro sucesso foi a música “Me batendo pra roer”.

Santanna – Santanna o Cantador é um artista nordestino nascido em Juazeiro do Norte (CE). Descende de família de artistas e teve, na sua infância, a influência do aboio do vaqueiro nordestino, do canto das lavadeiras e rezadeiras e, finalmente, do canto dos cantadores violeiros e emboladores.

A marca dos shows de Santana traduz a influência musical do cantor: Luiz Gonzaga, o Rei do Baião.
Zeca do Rolete – A primeira atração da noite, da Cultura Popular, fará uma apresentação de coco. Zeca do Rolete é cantor, compositor e griô do Ponto de Cultura Coco de Umbigada (Olinda/PE). Seu sobrenome artístico vem da atividade que exerceu por alguns anos no Sítio Histórico de Olinda: vender rolete de cana (rodelas de cana-de-açúcar espetadas em pequenas hastes de madeira).

Devido à sua origem humilde, Zeca sempre trabalhou em diversos outros ofícios, que vão desde a cata de caranguejo no mangue até a venda de objetos antigos, atividades que inspiram o artista a compor seus cocos. Zeca do Rolete e seu grupo, formado por familiares, vivem em Paulista/PE, na comunidade do Tururu, uma área que já esteve no topo da lista das regiões mais violentas do Estado.

Nos últimos anos, seu Zeca vem realizando shows em palcos da Região Metropolitana do Recife, principalmente, durante os festejos juninos.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você