menu

Paraíba

13/02/2013


Dom Aldo abre Quaresma e Fraternidade

aos jovens

O Arcebispo da Paraiba, Dom Aldo Pagoto, abriu a Quaresma nesta Quarta-feira de Cinzas exaltando a importância do Jejum na vida dos cristãos ao longo dos séculos fazendo uma Homilia na qual condenando a hipocrisia social. Ele voltou a se manifestar sobre o ato de coragem e renuncia do Papa Bento XVI e destacou a Campanha da Fraternidade a ser lançada esta semana voltando-se para mais cuidados com os jovens diante das facilidades e das distorções de vida entre muitos deles. A missa contou com a presença do prefeito de Joao Pessoa, Luciano Cartaxo, sua esposa Maisa e secretários, alem de vereadores e deputados.

Para dom Aldo, o tema da juventude corrobora com os eventos da Igreja previstos para este ano. “O tema é tão bom… Nós estamos há um ano organizando a Jornada Mundial da Juventude [que acontecerá em julho, no Rio de Janeiro], oportunidade na qual receberemos o novo Papa”, contou.

A campanha acontece anualmente no período da Quaresma – que tem início nesta quarta-feira de cinzas – e, neste ano, contemplará o tema “Fraternidade e Juventude”, com o lema “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8).

Na arquidiocese paraibana, foi  feita uma menção sobre a CF na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves, durante a missa de início da Quaresma, que aconteceu às 18h de hoje. A celebração foi conduzida pelo arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto, mas o lançamento oficial da Campanha no Estado só acontecerá na primeira semana de março, durante o Encontro de Jovens, uma vez que a data fica a cargo de cada diocese.

Para dom Aldo, o tema da juventude corrobora com os eventos da Igreja previstos para este ano. “O tema é tão bom… Nós estamos há um ano organizando a Jornada Mundial da Juventude [que acontecerá em julho, no Rio de Janeiro], oportunidade na qual receberemos o novo Papa”, contou.

Segundo o arcebispo, a Jornada será precedida pela Semana Missionária, que acontecerá no período de 16 a 20 de julho na Arquidiocese da Paraíba. “Estamos reorganizando um projeto de evangelização da juventude, abordando pelo gancho das políticas públicas, da geração de ocupação e renda, dos cursos profissionalizantes, do amor, do respeito e do equilíbrio para o bem”, completou.

O secretário executivo da Campanha da Fraternidade, padre Luiz Carlos Dias, afirmou que um dos papéis da CF é ser um elo entre a igreja, os fiéis e a sociedade. “A CF é a igreja a serviço da sociedade. É uma evangelização que ultrapassa as fronteiras da igreja e, dessa forma, a igreja cumpre a sua missão, que é a de evangelizar de uma forma bem ampla”, explicou.

 

Luciano Cartaxo participa de celebração da missa de cinzas

O Prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, participou da Missa de Cinzas, nesta quarta-feira (13), cuja realização ocorreu na Basílica Nossa Senhora das Neves, no centro da capital. O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, foi o responsável pela celebração da missa, que marca o início do período da Quaresma e o lançamento da campanha da fraternidade, que completa 50 anos em 2013.

“Esta ocasião é sempre um momento para se refletir, pois é uma missa muito importante que abre a Quaresma. É um momento de oração e reflexão em que as pessoas expressam sua fé. A Campanha da Fraternidade também sempre nos traz temas relevantes que levantam discussões pertinentes na nossa sociedade”, destacou Luciano Cartaxo.

Celebração – A duração da Quaresma está baseada no significado do número 40 na Bíblia. Da missa de cinzas às solenidades pascais, serão 30 dias em que a Igreja não cantará músicas de glória e os tecidos usados são todas na cor roxa, que significa luto e penitência.

O sinal da cruz feito com cinzas na testa simboliza o pecado e a fragilidade humana, representando sinal de penitência e conversão. O início do tempo quaresmal marca o início da imposição de cinzas sobre a cabeça dos fiéis, para nos mostrar que é um tempo de penitência.

Campanha da Fraternidade – Foi lançada nesta quarta-feira (13) a tradicional Campanha da Fraternidade, que neste ano traz como tema “Fraternidade e Juventude”. O arcebispo aproveitou a ocasião da missa para lançar, simbolicamente, a campanha em toda a Paraíba.