Política

Dirigentes querem que Ricardo Coutinho se licencie do PSB, diz colunista da Folha

Objetivo seria isolar a crise do resto do PSB, que controla o vizinho Pernambuco.

18/12/2019


Ex-governador Ricardo Coutinho (Arquivo)

Da Redação com Coluna Painel
Portal WSCOM

Com o pedido de prisão preventiva decretado, o ex-governador Ricardo Coutinho, atual presidente da Fundação João Mangabeira (FJM), órgão que é ligado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e dirigente da Comissão Executiva do PSB na Paraíba, pode estar sofrendo algum tipo de rejeição interna no próprio partido. Pelo menos é o que diz a Coluna Painel, da Folha de S. Paulo, publicado nesta quarta-feira (18).

De acordo com o texto assinado interinamente pela jornalista e colunista Mariana Carneiro, “o objetivo seria isolar a crise do resto do PSB, que controla o vizinho Pernambuco”.

Confira os trechos da coluna referentes a Ricardo Coutinho na íntegra:

“Afaste de mim

Dirigentes do PSB querem que o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, que teve a prisão preventiva decretada nesta terça-feira, peça licença do partido.

Afaste de mim 2

O objetivo seria isolar a crise do resto do PSB, que controla o vizinho Pernambuco”.

APOIO DE CARLOS SIQUEIRA

Por meio de nota, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, declarou que mantém sua confiança na conduta de Ricardo Coutinho, e cobra apuração isenta e o pleno esclarecimento das denúncias.

Leia na íntegra:

‘Em face da Operação Calvário, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (17), no Estado da Paraíba, o Partido Socialista Brasileiro reafirma, como sempre, seu total apoio à apuração dos fatos, respeitados o devido processo legal e o amplo direito de defesa.

O PSB reitera sua confiança na conduta do ex-governador Ricardo Coutinho e dos demais investigados e investigadas, na certeza de que uma apuração isenta e justa resultará no pleno esclarecimento das denúncias.

Brasília-DF, 17 de dezembro de 2019.

Carlos Siqueira



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você