menu

Futebol

14/01/2013


Flu quer Riquelme e mais quatro

Reforços

Em entrevista coletiva no início da noite desta segunda-feira em Atibaia (SP), o vice-presidente de futebol do Fluminense, Sandro Lima, confirmou que o clube tem interesse em contar com o apoiador argentino Juan Román Riquelme, que não ficará no Boca Juniors para a temporada 2013.

– O Fluminense quando busca uma contratação procura saber tudo do jogador. A gente tem informações sobre o Riquelme, sabe o tempo que ele está parado (sete meses) e sabe a condição que ele tem para vir ou não vir. É um grande nome, não precisamos debater sua qualidade. Mas óbvio que isso conta. É muito tempo sem jogar e a gente tem que avaliar isso – disse.

Sandrão não garantiu que o nome do argentino é o ‘primeiro da lista’, embora toda a coletiva tenha sido voltada para ele. Mas, em determinado momento, deu a entender que o clube já fez proposta pelo jogador, ainda que haja outros clubes interessados em contar com o atleta.

– Quem está em contato direto com ele é o Rodrigo (Caetano). É questão dele, de avaliar o contrato. Existem outros clubes interessados no Riquelme, vocês já falaram sobre isso. Ele deve estar com as propostas e avaliando. Eu penso assim. A gente está tranquilo – comentou.

O dirigente ainda comentou que o Tricolor também estuda os nomes do apoiador Felipe, ex-Vasco, do meia-atacante Carlos Eduardo, atualmente no Rubin Kazan-RUS, e de outros dois que ainda não podem ser revelados.

Em relação a Carlos Eduardo, o cartola revelou que o clube soube das condições financeiras do atleta durante esta segunda-feira, mas não quis revelar números.

– O Carlos Eduardo é um nome que nos agrada. Agora, a questão é muito difícil, porque trazer um jogador de fora do Brasil, por empréstimo, é muito complicado. A verdade é que não posso falar de números. Do caso do Carlos Eduardo chegou para nós hoje as condições – contou.

Apesar de revelar o contato com estes cinco nomes, Sandrão deixou claro que o Fluminense não tem pressa para contratar. Afinal, qualquer jogador que chegar ainda terá que passar um bom tempo se preparando fisicamente, mas lembrou que isso é trabalho para o departamento médico do clube.

– O Fluminense estreia daqui a um mês na Libertadores. Para a primeira fase, seja o jogador que vier, fica um pouco complicado. Os jogos vão ser quarta e quarta. Mas aí é uma questão do departamento médico. Depois eles repassam para a comissão técnica, que decide quando será a estreia. O Carlos Eduardo, por exemplo, é mais jovem, e e está de férias no Brasil.