Saúde

‘Dia D contra o sarampo’ mobilizou mais de 100 salas vacinas em João Pessoa

A campanha tem como objetivo sensibilizar os pais e responsáveis sobre os riscos de não vacinar seus filhos, pois sarampo é uma doença grave e que pode matar.

16/02/2020


Até o dia o 13 de março devem ser imunizadas crianças e adolescentes entre cinco e 19 anos. (Foto Divulgação/Secom-JP)

Portal WSCOM

Neste sábado (15), todas as Unidades de Saúde da Família de João Pessoa estiveram abertas para o ‘Dia D’ da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que este ano tem como tema “Mais proteção para a sua família”. A ação deste sábado contou com mais de 100 salas de vacinas espalhadas pela cidade. A campanha tem como objetivo sensibilizar os pais e responsáveis sobre os riscos de não vacinar seus filhos, pois sarampo é uma doença grave e que pode matar.
 
Nesta edição, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) também está  intensificando a vacinação contra HPV e Meningocócica C em todas as salas de vacinas da rede municipal. Até o dia o 13 de março devem ser imunizadas crianças e adolescentes entre cinco e 19 anos.
 
“O vírus do sarampo voltou a circular no país no último ano e é com a vacina que garantimos a devida proteção da população, além de possibilitar a interrupção da circulação do vírus. Portanto, a Campanha segue até março e sensibilizamos os pais para que levem e orientem seus filhos para a importância da vacinação” alertou o enfermeiro e chefe da seção de imunização da SMS, Fernando Virgolino.
 
A funcionária pública Eliane Nascimento levou a filha Paola, de 14 anos, para tomar as doses das vacinas e atualizar o cartão. “O que mais importa para os pais é ver e ter um filho bem protegido. Isso faz parte da nossa responsabilidade e um direito deles de ser bem cuidado. O governo está fazendo a sua parte de proporcionar as vacinas e cabe a nós utilizá-las de forma responsável e comprometida com a segurança de todos”, disse a mãe.
 
“Na oportunidade, aproveitando o público-alvo da campanha, estamos vacinando meninos e meninas adolescentes da faixa etária preconizada pelo SUS para tomar as doses das vacinas que previnem contra o HPV e vacina meningocócica tipo C”, completou o coordenador do serviço.
 
A vacina Tríplice Viral faz parte do esquema de rotina e está disponível em todas as salas de vacina da rede municipal de saúde, em Unidades de Saúde da Família (USF), Policlínicas Municipais e Centro Municipal de Imunização (CMI). Para ser imunizado, o usuário deve levar o cartão de vacina, uma vez que as vacinas serão dispensadas de acordo com a avaliação do cartão vacinal.
 
Esquema Vacinal Sarampo – Crianças de seis meses a 11 meses devem tomar a chamada ‘dose zero’. Com 12 meses a criança tomará a tríplice viral e com 15 meses a tetra viral.
 
Menores de 30 devem comprovar duas doses da vacina com componente do sarampo e, na faixa etária de 30 a 59 anos, é necessária a comprovação de uma dose. Se o usuário for profissional de saúde, independente da idade, deve ter duas doses da vacina”, ressaltou Fernando Virgolino.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.