Cursos e Eventos

Curso de Formação de Atores para Vídeo inicia quinta turma com recorde de inscri

Audiovisual


12/03/2013



Conhecida por realizar o Maior São João do Mundo, Campina Grande tem se destacado nos últimos anos pelo crescimento de sua produção audiovisual, que transformou a cidade em uma espécie de “Hollywood paraibana”. Nos últimos cinco anos, mais de 100 filmes curtas metragens foram rodados em Campina e cidades do Compartimento da Borborema, além do longa metragem “Tudo que Deus Criou”, financiado pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e lançado no ano passado.

A indústria audiovisual de Campina Grande com a sua nova safra de atores e cineastas, tem sido impulsionada pela Universidade Estadual, através do Departamento de Comunicação Social (DECOM). Há cinco anos, a Instituição criou o Curso de Formação de Atores para Vídeo. Idealizado pelo cineasta André Costa Pinto, o curso já formou mais de 120 atores com registro profissional. Em sua 5ª edição, a nova turma conta com 78 alunos.

O curso, com duração de um ano, acontece em parceria com a ONG Moinho de Cinema Paraibano, no Centro Cultural Lourdes Ramalho, todas as sextas-feiras, a partir das 20h. Segundo André, o número de inscritos na turma atual surpreendeu. Foi uma das maiores procuras já registrada pela organização. Segundo ele, esse espaço aberto pela Universidade tem ajudado a descobrir novos talentos, a exemplo de 10 alunos do curso que já passaram pelo módulo avançado e estão tendo a oportunidade de se aperfeiçoarem na escola de artes Nu Espaço, do Rio de Janeiro, com o apoio da UEPB.

A escola de artes é uma das poucas escolas cariocas para TV e cinema que possui o selo profissionalizante conferido pela Secretaria Estadual de Educação. O espaço oferece, em dois anos e meio, uma formação completa que conta com aulas de interpretação, teoria do teatro, canto, voz, corpo, filosofia e assistência de direção.

Segundo André da Costa Pinto, o curso “tem alcançado sucesso, descobrindo excelentes profissionais na Paraíba”, a exemplo de Paulo Felipe, Fabiano Raposo, Cássia Lobão, Cleyton Canuto, João Andrade e Rayanne Araújo. “Antes do Curso de Formação de Atores tínhamos uma demanda muito grande para filmes de ficção, mas não encontrávamos pessoas preparadas para isso. Com a promoção desta iniciativa, podemos contar não só com atores de teatro em nossa cidade, mas também com atores de vídeo, já que as linguagens de um para outro diferem bastante”, acrescentou.

André ressalta, ainda, que outros alunos concluintes vêm sendo chamados com frequência para trabalhos publicitários, inclusive em outros estados, mostrando que o curso está realmente rendendo bons frutos.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.