Esporte

CT do São Paulo é atingido por bomba; diretoria registra boletim de ocorrência

No momento do atentado, estava sendo realizado um treinamento com todos os jogadores e comissão técnica

04/08/2020


Na imagem o Centro de Treinamentos (CT) da base do São Paulo, em Cotia, alvo do atentado



O Centro de Treinamentos (CT) da base do São Paulo, em Cotia, onde o time profissional está concentrado desde sexta-feira em preparação para o Campeonato Brasileiro, foi alvo de um ato de vandalismo, quando homens encapuzados jogaram uma bomba do lado de fora do portão principal.

A explosão no hotel do CT quebrou alguns vidros, mas não causou ferimentos. No momento do atentado, estava sendo realizado um treinamento com todos os jogadores e comissão técnica. O São Paulo registrou um boletim de ocorrência na Polícia Militar de Cotia, mas, por enquanto, ninguém foi preso.

Após o incidente, a segurança foi reforçada no CT com a presença da Polícia Militar, da Guarda Municipal e de profissionais contratados pelo São Paulo.

Este é o segundo caso de violência envolvendo o time do São Paulo, após a eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista, com a derrota por 3 a 2 para o Mirassol, no Morumbi. O primeiro ocorreu no CT da Barra Funda na quinta-feira.

A torcida pressiona o time pelos maus resultados e pela eliminação precoce, nas quartas de final do Paulistão 2020, diante do Mirassol. Antes, o time “ajudou” a classificar o Corinthians, vencendo a última partida na fase de classificação. Torcedores queriam que os jogadores “entregassem o resultado” para não classificar o rival.

Sob a orientação do técnico Fernando Diniz, o time são-paulino treinou em dois períodos, nesta segunda-feira, como preparação para a estreia no Campeonato Brasileiro, domingo, às 16 horas, em Goiânia, contra o Goiás.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.