Saúde

CRM-PB ressalta apoio à imunização contra a covid-19 com vacinas aprovadas pela Anvisa

Para o Conselho, é preciso a colaboração e participação de todos para preservar vidas

15/01/2021


Portal WSCOM



O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) divulgou nesta sexta-feira (15) uma nota em que se posiciona a favor da vacinação contra a covid-19, após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com a nota, “o CRM-PB ratifica apoio integral à imunização com vacinas aprovadas pela Anvisa e reforça a todos que esta é uma medida essencial para a prevenção da covid-19 ou sua forma grave”.

O texto reforça ainda que “a colaboração e participação de todos na prevenção da covid-19, sem viés ideológico ou partidário, são fundamentais para a preservação de vidas”. A nota também destaca que “as vacinas estão sendo fabricadas por diferentes laboratórios e passam por rigorosa avaliação técnica da Anvisa antes de serem liberadas para uso da população”.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, até a última quinta-feira (15), a Paraíba já registrou 175.227 casos de covid-19 e 3.857 óbitos decorrentes da doença. Mais de mil médicos paraibanos foram infectados pelo novo coronavírus e 29 morreram.

Antes mesmo do primeiro caso da doença no estado, o CRM-PB vem realizando capacitações e palestras para os médicos sobre a prevenção da covid-19 e, posteriormente, iniciou visitas às unidades de saúde de todas as regiões do estado para verificar a quantidade de equipamentos de proteção individual, medicamentos, leitos, respiradores. O Conselho também divulgou diversas notas de alerta sobre a necessidade de prevenção, com o distanciamento social, uso de máscaras e de higienização com o álcool em gel.

CFM divulgou nota a favor da vacinação – Nesta quinta-feira (14), o Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou uma nota em que se posiciona a favor da vacinação contra a covid-19, após a avaliação da segurança e eficácia dos imunizantes pela Anvisa. No texto, a autarquia clama às autoridades a adoção de uma “ampla campanha de vacinação”, que permitirá ao país “lograr êxito em sua cruzada” contra a pandemia causada pelo novo coronavírus.

 



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você