Brasil & Mundo

Consórcio NE encaminha ofício ao MS e pede imediata suspensão de voos diretos de países europeus que apresentaram mutação do coronavírus

23/12/2020


Imagem ilustrativa - Presidente do Consórcio Nordeste pediu restrição a voos vindos de países que tenham apresentado mutação do coronavírus

Redação/Portal WSCOM

O presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, protocolou nesta quarta-feira (23), um ofício no Ministério da Saúde, em Brasília, solicitando ao governo federal medidas imediatas de prevenção a população brasileira quanto a mutação do coronavírus já identificada em países europeus como a Dinamarca, Holanda, Austrália e Reino Unido.

Segundo o documento, considerando os relatos da Organização Mundial da Saúde (OMS), a mutação do vírus identificada nesses países, ou seja, suas variantes, são mais contagiosas e leitais e por isso sugere a imediata suspenção de todos os voos diretos com origem e destino desses territórios.

De acordo com o ofício, o Consórcio propõe ainda que seja adotada uma quarentena para todos os passageiros vindos de outros voos com origem nos demais países do continente europeu e que, durante este período, eles sejam submetidos a exames de RT-PCR.

Confira:

Imagem reprodução – Ofício foi encaminhado ao Ministério da Saúde


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.