Tecnologia

Concorrência de mercado: Samsung deixa de fabricar celulares na China

Alta concorrência com empresas locais, além de ter perdido significativa fatia de mercado naquele país, foram alguns dos motivos alegados pela empresa.

03/10/2019


Imagem meramente ilustrativa - Foto: getyimagens

A Samsung, maior fabricantes de smartphones do mundo, anunciou, nesta quarta-feira (2), que está fechando sua última fábrica de celulares na China, o maior mercado mundial deste tipo de dispositivo. A razão para esta “decisão difícil”, segundo a própria Samsung, é necessidade de otimizar seus recursos, uma vez que enfrenta alta concorrência com empresas locais, além de ter perdido significativa fatia de mercado naquele país.

 

A última fábrica em atividade, na cidade de Huizhou, já tinha parado de produzir desde junho passado. A imprensa sul-coreana informou que ela empregava seis mil trabalhadores e produziu 63 milhões de unidades em 2017, ano em que a companhia atingiu a produção anual de 394 milhões de dispositivos.

 

Em comunicado, a Samsung disse que os equipamentos de produção serão realocados para outras fábricas globais, dependendo das necessidades de mercado em cada região. Enquanto encerrava suas fábricas na China, a empresa vinha expandindo suas atividades de produção em países com a Índia e Vietnã. As informações são do Tecmundo.

_
Portal WSCOM



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.