Paraíba

Começa o trabalho de manutenção das urnas eletrônicas da Paraíba

Justiça


03/04/2013



 No começo desta semana teve início o trabalho de manutenção preventiva das 10.975 urnas eletrônicas da Paraíba. A ação realizada pelos chefes de cartórios e supervisores dos Núcleo de Apoio Técnico às Urnas Eletrônicas (NATUS) de João Pessoa, Campina Grande, Pombal, Cajazeiras e Patos visa garantir a eficiência, além de e começar a corrigir possíveis falhas nas urnas. Para a execução do trabalho foi realizado um treinamento no dia 25 de março.

O Chefe da Seção de Voto Informatizado (SEVIN), George Bezerra Cavalcanti Leite, esclareceu que este trabalho deve atender às recomendações técnicas do TSE. “São feitas as cargas das baterias, o RunIn, que consiste em testar exaustivamente as urnas para identificar defeitos, e a execução dos reparos técnicos que forem necessários para que as urnas funcionem perfeitamente”, disse.

“O 1º ciclo teve início ontem (1º de abril) e já é considerado um sucesso. Os técnicos anteriormente treinados se adaptaram de imediato aos procedimentos e apresentam uma produção que vem superando as expectativas”, enfatizou Viviana Targa de Menezes, Coordenadora de Eleições do Tribunal.

Os trabalhos de manutenção preventiva estão divididos em dois ciclos. O 1º ciclo está sendo realizado nos cinco NATUS do estado, localizados em João Pessoa, Campina Grande, Patos, Pombal e Cajazeiras, que examinam, respectivamente, 4.236, 3.459, 1.600, 620 e 1.060 urnas eletrônicas e deve ser concluído até o dia 07 de junho. Já o 2º ciclo está em fase de planejamento pela equipe da SEVIN e tem previsão de início em 10 de junho.

As Urnas Eletrônicas passam por esses procedimentos três vezes, em anos não eleitorais, e duas vezes, em anos eleitorais, como recomenda o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para 2013, o NATU de João Pessoa terá 4236 urnas eletrônicas. O Núcleo de Campina Grande serão 3459; já em Patos são 1.600, em Pombal 620 e no de Cajazeiras 1060.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
// //