Política

Com iminente chegada ao Brasil, governadores do Nordeste cobram ministro Queiroga por inclusão da Sputnik V no PNI


20/07/2021

Governadores do Nordeste têm se reunido periodicamente para tomar decisões contra a pandemia (Reprodução)

Da Redação / Portal WSCOM

O presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, enviou um ofício em nome dos governadores da região ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, onde cobra  uma posição formal com relação à inclusão das doses da vacina russa Sputnik  no Plano Nacional de Imunização.

As tratativas com relação à inclusão das doses começaram ainda na gestão do ministro Eduardo Pazuello e continuaram na gestão do ministro Marcelo Queiroga. 

 Esse Ofício sai depois de uma reunião virtual entre os governadores do Nordeste ocorrida no dia de ontem. Na agenda, foi discutida uma  declaração do ministro Marcelo Queiroga dada na semana passada em uma comissão na Câmara dos Deputados em que ele colocou que o Brasil não precisava mais das doses das vacinas da Covaxin e Sputnik.

Nesse sentido é que surpreende a informação repercutida na mídia nacional de que Vossa Excelência teria afirmado que a vacina Sputnik-V não é mais necessária, possuindo o país quantitativo suficiente de vacinas adquiridas”, dizem os governadores.

O ofício  é uma reação a esta declaração, e os governadores cobram o ministro tendo em vista que já há a previsão da chegada do primeiro lote de vacinas para o próximo dia 28 de julho, no aeroporto de Recife.

Irão chegar 1 milhão 145 mil doses,  quantitativo referente a 1% da população dos estados do Nordeste.

Os governadores do Nordeste se reunirão novamente com o Fundo Soberano Russo para tratar sobre e fechar cronograma de chegada das vacinas.



Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.