Economia & Negócios

Produtores de hortaliças do Ceará aderem a energia solar

24/12/2020


Foto: autor desconhecido.

Os projetos de energia solar em pequenas propriedades vêm ganhando grande adesão no Ceará, com isso incrementado as produções em vários setores e tornando os produtos mais competitivos no mercado, por conta da economia com os custos com energia em torno de 25% a 30%, possibilitando o investimento na produtividade e mão de obra.

Recentemente o presidente da Ematerce Antônio Amorim, o gerente regional no Cariri Francisco Lóssio e o técnico Hernane, visitaram projetos de instalação de energia solar no município de Juazeiro do Norte, financiados com recursos do Fedaf (Fundo Estadual de Desenvolvimento da Agricultura Familiar).

Todos os projetos visitados com instalação da energia solar atuam com irrigação automatizada, o que também representa um importante passo na qualidade do processo produtivo, uso racional da água e economia.

O produtor Assis Ribeiro, que utiliza a energia solar, cultiva 14 tipos de hortaliça entre elas alface, berinjela, jiló, tomate cereja, coentro, pepino, abobrinha e pimenta de cheiro. Já o Produtor Edilan Pereira, na última safra colheu 1.000 sacos de cebola de cabeça.

As instalações e o acompanhamento das tecnologias contam com o acompanhamento técnico da Ematerce e os produtores estão cada vez mais entusiasmados com a mudança e o uso dos equipamentos. “Os produtores com energia solar estão muito satisfeitos com os resultados e reconhecendo o trabalho da Ematerce. É o caso do produtor Edilan Pereira, que na última safra colheu mil sacos de cebola de cabeça”, comemorou Amorim.

Leia outros artigos

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.