Geral

PALCO 105, E OUTRAS AGENDAS

06/12/2017


Foto: autor desconhecido.

{arquivo}

Nas andanças pela noite e dia encontramos o amigo e jornalista Jamarri Nogueira, da área de arte e cultura. Ele é, sem dúvida, um dos poucos, melhor dizendo, raros colegas que investe nessa área de programas com espaço artístico. Seu “Tabajara em Revista”, apresentado ao vivo, todas as tardes através da Rádio Tabajara FM, e o Palco 105 acústico, toda terça-feira Na Budega, tem elenco de primeira.

Assim como nosso projeto AGENDA Viva, parceria com a WSCOM e TV Empreender, o espaço de Jamarri Nogueira convida o que há de mais importante e atual nas artes do Estado da Paraíba. Suas entrevistas são dinâmicas, com música acústica dando oportunidade à novos e veteranos. Mais, o internauta pode interagir do lugar onde estiver, seja na Capital, interior do Estado, Brasil ou até exterior, como tem acontecido.

Jamarri Nogueira tem um dos projetos mais lindos, ao mesmo tempo simples e valioso, prestando serviço à divulgação das artes, exportando música através das ondas sonoras do rádio e também internet, valorizando o produto artístico local, regional.

O projeto AGENDA VIVA completa agora dois anos de atividade e fechou importante parceria com a TV Empreender, ganhando num salto de qualidade digital, com equipamento de primeira e produção, edição, tudo o mais. Aproveita para levar ao ar através de seus canais TV Empreender, AGENDA Viva, WSCOM e API – Associação Paraibana de Imprensa; uma série de dez programas com o que há de melhor das entrevista durante esses dois anos, enfocando a fala de gestores como Nezia Gomes, Presidenta da Funesc – Espaço Cultural, David Fernandes – Coordenador do CCTA – UFPB, Lucio Vilar, cineasta, Lau Siqueira, poeta e Secretário de Cultura, atores como Zezita Matos, Tarcísio Pereira, Flávio Melo, Mariana Petit, Kalline Brito, cantores como Nathália Bellar, Érika Maria, Clarrissa Yemisi, Escurinho e muito outros.

Além desses dois programas em foco, dispomos ainda de uma meia dúzia de sites que aqui e ali promovem a cultura. Não poderia esquecer as casas de shows, pequenos espaços que abrigam com categoria como Café da Usina Cultural Energisa, com excelente programação diária, A Budega Café e Arte, CEARTE, Livraria do Luiz na Galeria Augusto dos Anjos da Praça 1817, Sebo Cultural, Hotel Globo e o Por do Sol Literário, Buarque-se Café, Espaço Cultural José Lins do Rego com boa e constante programação.

Seria injusto dizer que a Paraíba dedica pouco espaço aos seus artistas atuais. Sim, ainda é pouco, mas vem apresentando um bom momento e assim fecha o balanço de um ano economicamente difícil, mas que manteve programação de nível. Aproveitando para registrar e parabenizar a positiva atitude de Maria Eduarda, diretora superintendente da Rádio Tabajara, que vem acertando com esses projetos liderados pelo camarada Jamarri Nogueira.

Nas fotos, as bandas Seu Pereira e Coletivo 401, e Mafiota, durante apresentação no Palco 105 – A Budega

Gil Sabino é jornalista e gestor de marketing – [email protected]
 

Leia outros artigos

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.