Paraíba

O efeito trágico da Calvário: negócios espúrios criam “legião de suicidas” diante da péssima reputação

14/01/2020


O multimídia Walter Santos (Foto: Arquivo)

O anúncio aos quatro cantos de que o jovem advogado Diogo Mariz tentou suicídio diante de revelações de que o delator da Operação Calvário, Daniel Gomes, o tinha acusado por negociações imorais junto ao TCE/PB. Esta é a nova síntese da grave consequência de envolvidos atentando contra a vida pela imensa má reputação causada pelo escândalo.

O gesto insano de Diogo Mariz não é diferente de outros personagens atolados nas denúncias, a partir da delatora-mor, Livânia Farias, que admitiu ter pensado em tirar a própria vida e até construir o enredo de uma morte premeditada.

No caso dela, depois da depressão, ajustou seu enredo buscando atrair para o desfiladeiro seus desafetos e/ou os que não comungavam com ela e suas práticas.

A HONORABILIDADE SINGULAR

No caso de Diogo Mariz tudo está no histórico decente de toda sua família, dos membros líderes e até ex-governadores, ex-presidentes do próprio TCE-PB, sempre envolvidos com política, mas nunca ninguém acusado de desvios éticos – o que lhe acertou em cheio com as revelações levando-o ao martírio de afetar sua vida por tamanho desgosto.

Pior em toda a conjuntura, no melhor sentido, é que Diogo Mariz se traduz em advogado capaz, de ótima formação, portanto, competente, daí ser merecedor de crédito, de respeito. Mesmo assim,  quem sabe, a tentação da promessa fácil, a usura e a tal da “esmola grande”, que até cego desconfia, tenha lhe tragado sem a observância prévia de que nada vida tudo se sabe.

Aliás, se apertar mais e/ou já com dados existentes, está cada vez mais evidente que, na essência, a Calvário é fruto desta gula imensa, essa “esmola grande” transformada em altas propinas deixando muita gente com a moral resumida a pó.

TEM DE REAGIR

Diogo Mariz precisa construir novo ciclo, responder por seus atos sem trucidar-se porque a vida é mais importante, por isso precisa entender a grave lição se recompondo ao seu estilo, como sempre deveria preservar.

Leia outros artigos

Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.